Ex-Timão e Galo troca socos com treinador, que acaba demitido - WSCOM

menu

Mais Esporte

08/09/2017


Ex-Timão e Galo briga com treinador

NO CSA

Foto: autor desconhecido.

O GloboEsporte.com apurou com cuidado os fatos que motivaram a saída do técnico do CSA, Ney da Matta. A torcida ficou sem entender. A dispensa do técnico no dia do aniversário do clube e com o time brigando pelo acesso ficou muito estranha. Logo, o clube se blindou, anunciou na noite desta quinta que divergências de método de trabalho definiram a saída, mas a história não é essa.

Uma briga no treino entre Ney da Matta e o volante Rosinei (ex-Corinthians e Atlético-MG), com agressões físicas e verbais, foi a razão.

O treinador não vinha se dando bem com Rosinei, de 34 anos. Jogador experiente, ele deixou de ficar até entre os relacionados, e Ney da Matta, de 50 anos, passou a ser questionado pela imprensa. Fazia uma piada nas coletivas, às vezes dava uma resposta mais ríspida, mas dizia que não falava sobre o assunto.

Para o jogo contra o Cuiabá, marcado para sábado, Ney perdeu o volante Boquita, suspenso, e resolveu dar uma chance a Rosinei. No início do treino desta quinta, o jogador se desentendeu com o zagueiro Thales. O Globoesporte.com apurou que Ney mandou Rosinei sair de campo. O volante xingou o treinador com veemência, e Ney foi para cima dele. Deu até um soco em Rosinei, que revidou. Confusão formada no treino, que era fechado para a imprensa.

Na coletiva convocada pelo clube, no CT do Mutange, o meia Daniel Costa confirmou nesta sexta a troca de socos no treino, só não disse o nome do jogador envolvido.

– Acho que deveríamos fazer esse pronunciamento. Desde quando o treinador chegou aqui, vimos que ele não tinha facilidade para lidar com o grupo. Havia um grande desgaste desde o início e a gente estava suportando porque temos um objetivo grande e um respeito muito grande com a camisa do CSA. Ontem, acabou tendo um fato no treino entre dois jogadores, ele [Ney] acabou intervindo e teve uma discussão mais acalorada com um jogador (Rosinei). Quando esse jogador chegou perto, ele, covardemente, deu um soco no jogador, o jogador revidou com um soco em cima dele… Aí chegou a turma do deixa disso e logo depois teve a decisão da diretoria de afastar ele. Essa nossa reunião aqui é para demonstrar o comprometimento do grupo, a união do grupo. Isso é passado, página virada – declarou Daniel.

Depois da confusão no treino, Ney deixou o CSA. Nesta sexta, o GloboEsporte.com tentou falar com o treinador, que não atendeu as ligações para dar sua versão sobre o caso. Presidente do clube, Rafael Tenório chegou a dizer que não houve troca de socos, tentou minimizar, mas a versão dele não bateu com a de Daniel Costa, que falou em nome do grupo.

Presidente do Conselheiro Deliberativo do CSA, Raimundo Tavares confirmou que Ney tinha problemas de relacionamento com os atletas.

– É um bom treinador (Ney da Matta), tem visão, mas tem dificuldade de relacionamento com os atletas. Queria deixar claro para as pessoas saberem que não houve perseguição. Grande treinador, mas tem essa dificuldade.

Confusões

Ney da Matta havia se desentendido logo nas primeiras semanas de trabalho no CSA com o meia-atacante Thiago Potiguar, que foi dispensado. O jogador disse ao GloboEsporte.com quando saiu, dia 19 de junho, que outros atletas não gostavam do treinador. O tempo passou, Rosinei também entrou em choque com Ney e o desfecho foi barraco no campo do Mutange.

O CSA faz ainda um jogo na fase de classificação contra o Cuiabá, sábado, mas já está garantido no mata-mata que dá vaga na Série B. Nesta sexta, a diretoria acertou com o técnico Flávio Araújo, ex-América-RN. Ele inicia o trabalho na próxima segunda-feira.

Notícias relacionadas