'Estamos determinados a mudar os rumos do país', diz presidente nas redes sociais - WSCOM

menu

Política

17/02/2019


‘Estamos determinados a mudar os rumos do país’, diz presidente nas redes sociais

Presidente afirma que governo está 'fiscalizando recursos, diminuindo gastos, propondo endurecimento penal'

Na imagem, o presidente da República Jair Bolsonaro

presidente Jair Bolsonoro disse hoje (17), no Twitter, que o governo está determinado a mudar os rumos do país.

“Assumimos um Brasil ainda em crise em todos os sentidos. Sabemos a dificuldade que é tentar consertar tudo isso. O sistema não desistirá, mas estamos determinados a mudar os rumos do país e fazer diferente dos anteriores, já que são eles os responsáveis pelo que estamos passando”, escreveu.

 

Jair M. Bolsonaro

@jairbolsonaro

Estamos fiscalizando recursos, diminuindo gastos, propondo endurecimento penal, previdência. Tudo isso em pouquíssimo tempo. Nossos objetivos são claros: resgatar nossa segurança, fazer a economia crescer novamente e servir a quem realmente manda no país: a população brasileira.

Jair M. Bolsonaro

@jairbolsonaro

Assumimos um Brasil ainda em crise em todos os sentidos. Sabemos a dificuldade que é tentar consertar tudo isso. O sistema não desistirá, mas estamos determinados a mudar os rumos do país e fazer diferente dos anteriores, já que são eles os responsáveis pelo que estamos passando.

4.499 pessoas estão falando sobre isso

 

Bolsonaro listou as ações de início de governo. “Estamos fiscalizando recursos, diminuindo gastos, propondo endurecimento penal, Previdência. Tudo isso em pouquíssimo tempo.”

 

Jair M. Bolsonaro

@jairbolsonaro

Estamos fiscalizando recursos, diminuindo gastos, propondo endurecimento penal, previdência. Tudo isso em pouquíssimo tempo. Nossos objetivos são claros: resgatar nossa segurança, fazer a economia crescer novamente e servir a quem realmente manda no país: a população brasileira.

5.899 pessoas estão falando sobre isso

 

O presidente acrescentou que os objetivos são “claros”. “Resgatar nossa segurança, fazer a economia crescer novamente e servir a quem realmente manda no país: a população brasileira”.