Esposa e filho de Pinochet são detidos no Chile - WSCOM

menu

Internacional

10/08/2005


Esposa e filho de Pinochet

Um juiz chileno mandou deter a esposa e um dos filhos do ex-presidente do país Augusto Pinochet por suposto envolvimento em crimes tributários.

Lucía Hiriart e o filho mais novo de Pinochet, Marco Antonio Pinochet, estão sendo acusados de serem cúmplices de fraude ao fisco chileno.

Ela foi detida no Hospital Militar Santiago, onde está recebendo tratamento médico, enquanto o filho estaria sendo interrogado em um quartel militar.

“Ninguém no Chile está acima da lei”, disse o porta-voz do governo Osvaldo Puccio sobre a decisão do juiz Sergio Munoz.

“É bom para o país que se comece a conhecer os detalhes do passado. A verdade sempre é boa não apenas para o país, mas também para as pessoas”, adicionou.

Contas

Munoz, que há um ano acompanhava o caso, investigou contas bancárias secretas de Pinochet nos Estados Unidos que somariam mais de US$ 17 milhões, segundo documentos incluídos no processo.

O magistrado investiga 128 contas bancárias existentes no Chile e no exterior, a falsificação de passaportes e a compra de artigos de luxo com dinheiro público.

Os advogados de Pinochet argumentam que o dinheiro das contas bancárias era para gastos do Estado.

Munoz já conseguiu suspender a imunidade de Pinochet, abrindo a possibilidade para que o ex-presidente também seja processado por evasão fiscal.

Os advogados de defesa apelaram contra a decisão na Suprema Corte chilena.

Primogênito

Em dezembro do ano passado, o filho mais velho do ex-general também foi processado.

Um tribunal no Chile condenou o filho mais velho do ex-presidente a quase um ano e meio de prisão por receptação de um veículo roubado e posse ilegal de uma arma de fogo.

Augusto Pinochet Hiriart, de 58 anos, também recebeu ordem de pagar uma multa de quase US$ 1 mil.

O filho de Pinochet se disse inocente das acusações que, segundo ele, tinham motivação política.

Notícias relacionadas