Espetáculo "A luta das galinhas" entra em cartaz em João Pessoa - WSCOM

menu

Entretenimento

15/05/2018


Espetáculo “A luta das galinhas” entra em cartaz em João Pessoa

foto: Ademilton Barros

A Luta das Galinhas é o mais novo espetáculo infanto-juvenil da CAC – Companhia Artes da Cena em parceria com o Grupo de Teatro Saltimbancos. A peça conta a história de Galicínio Galináceo e Galinácea Maria, um casal de Galináceos que tenta ganhar a vida cultivando uma pequena plantação de  feijão verde com carne de sol no terreiro que ocupam. Infelizmente, os Galináceos são explorados pelo Galego Galeno da Galícia, um galo francês misturado com canário belga, que, por ser dono das terras, os obriga a pagar não só pelo terreiro, mas pela sombra das árvores, pela água e até pelo ar que respiram. Sem dinheiro para pagar o Galego Galeno, o único jeito dos Galináceos não serem presos pela polícia da galinha do pé seco é uma prima distante, a Pavonilda, uma destemida ave que salva galinhas de galinheiros escravocratas pelo mundo e que, também, põe ovos de Ouro.

A Luta das Galinhas é uma fábula divertida, mas que procura discutir questões sociais e humanas numa linguagem acessível ao público infanto – juvenil, de modo a fomentar a reflexão sobre diferentes formas de opressão e desigualdade, ao mesmo tempo, incentivando o diálogo e respeito às diferenças.

Acreditamos que a arte, além de entretenimento, é uma forte aliada no processo de ensino-aprendizagem. À medida que propõe ficções visibilizando futuros possíveis, incentiva novas formas de ser e sentir o mundo contribuindo para o desenvolvimento de um sujeito cidadão consciente de suas relações com o outro e com o ambiente. Por isso, representar de maneira lúdica a luta dos Galináceos contra a exploração funciona como estratégia para trazer a tona temas, muitas vezes difíceis, mas que achamos necessário abordar, desde a infância. Entendemos que uma das funções do teatro é introduzir na criança e no jovem o desejo pela arte, pela apreciação artística, não como obrigação, mas como algo prazeroso que faz parte do cotidiano, não só como ferramenta de divertimento, mas de aprendizagem e reflexão.

A encenação é de Joevan Oliveira, a dramaturgia de Joht Cavalcanti, no elenco Vladimir Santiago, Livya Meneses, Joelson Pereira e Alys Gardênia, iluminação de Ademilton Barros, sonoplastia de Joevan Oliveira, produção de Vladimir Santiago e Hugo Ribeiro. Montado em 2017, o espetáculo tem sido apresentado para estudantes de escolas privadas da cidade de João Pessoa, por meio de projeto escola realizado pelos produtores do espetáculo, tendo obtido grande aceitação do público e excelentes críticas dos profissionais da educação.

Resultado da parceria artística de dois coletivos paraibanos, a CAC – Companhia Artes da Cena e o Grupo de Teatro Saltimbancos, os artistas, de ambos os grupos, já desenvolveram ou  desenvolvem trabalhos conjuntos. Esta nova parceria tem por objetivo dar continuidade às pesquisas e experimentações, por eles, empreendidas contribuindo, assim, para um trabalho pautado pela qualidade estética e de conteúdo.

A CAC – Companhia Artes da Cena atua no cenário cultural paraibano desde 1994. Atualmente composta por Joht Cavalcanti e Joevan Oliveira já produziu trabalhos como “CuzCuz Bondade”,  “Acomodada”, “Drummond – Noite na Repartição”, “Contadores de História”, “Quintestigma” e “Autobiokhraphia”; Espetáculos, esquetes e performances que compõem uma pesquisa artística nas áreas de dramaturgia, processos de escritura cênica, performance e arte-tecnologia.

O Grupo de Teatro Saltimbancos é formado por estudantes da Licenciatura em Teatro da Universidade Federal da Paraíba cujo trabalho é pautado pelo entendimento da importância da arte para a formação do sujeito. Fazem parte do grupo Hugo Ribeiro, Joelson Pereira, Livya Menezes, Netto Ribeiro e Vladimir Santiago. Seu primeiro espetáculo “Os Saltimbancos Atrapalhados”, foi montado em 2016, com texto homônimo de Chico Buarque.

Temporada: 19, 20 e 27 de maio, 2 e 3 de Junho

Horário: 17 horas

Local: Teatro Ednaldo do Egypto

Ingressos: 20 inteira, 10 meia

Notícias relacionadas