Empréstimo pagou dívidas dos diretórios regionais, diz Delúbio - WSCOM

menu

Brasil & Mundo

18/08/2005


Empréstimo pagou dívidas dos diretórios

O ex-tesoureiro do PT Delúbio Soares identificou pela primeira vez os diretórios regionais que receberam recursos dos empréstimos tomados pelo publicitário Marcos Valério Fernandes de Souza e depois repassados para o partido. À CPI do Mensalão, Delúbio disse que o dinheiro foi usado para cobrir dívidas de campanha no Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Goiás e Distrito Federal.

Delúbio reafirmou que os dirigentes do PT, os deputados endividados e o ex-ministro José Dirceu sabiam das dívidas do partido, mas disse que ele não sabiam como foram negociadas.

Ao indicar o nome dos diretórios que receberam os recursos, ele deixou de fora o Estado do Pará, do deputado Paulo Rocha (PT-PA), que está na lista dos sacadores das contas de Valério no Banco Rural. À CPI, Delúbio afirmou que o deputado sacou o dinheiro como presidente regional do partido.

O ex-tesoureiro também desmentiu o presidente regional do PT de Brasília, Wilmar Lacerda, e do vice, Raimundo Ferreira da Silva Júnior, que declararam à Polícia Federal terem sacado recursos do Banco Rural e terem entregue o dinheiro a Delúbio.

Ferreira disse à PF que pegou um envelope com R$ 100 mil com um funcionário do Banco Rural e entregou ao então tesoureiro Delúbio Soares.

Notícias relacionadas