Empresa Tetto deve apresentar quantos créditos habitacionais foram adquiridos do - WSCOM

menu

Paraíba

27/04/2011


Empresa Tetto na mira do MP

De novo

Foto: autor desconhecido.

Envolvida em um dos maiores escândalos financeiros da Paraíba nas eleições de 2006, a empresa Tetto precisa prestar contas para o Ministério Público. De acordo com o MP, a empresa adquiriu créditos da Companhia Estadual de Habitação Popular (Cehap), e esse contrato precisaria ser analisado.

O prazo para a entrega dos documentos é de 15 dias, e também devem ser apresentados os motivos do retardamento de liberação das escrituras de pessoas que quitaram seus débitos, inclusive, apresentando os requisitos exigidos para tais liberações. A decisão foi tomada durante audiência ocorrida, na terça-feira, 26, na Promotoria do Cidadão da Capital.

Segundo o promotor Valberto Lira, são inúmeras as denúncias formuladas pelas pessoas que adquiriram e quitaram seus imóveis e quando procuram a empresa, sendo obrigados a pagar uma taxa.

“Não existe, por outro lado, segundo informações da representante da Tetto, condições de saber quantos contratos foram adquiridos, o que nos pareceu estranho. Tanto dinheiro adquirindo créditos sem saber o montante, é no mínimo estranho”, disse o promotor.

Nenhum representante da Cehap esteve presente na audiência.

 

Notícias relacionadas