Empate ruim para São Paulo e Fluminense - WSCOM

menu

Mais Esporte

25/08/2005


Empate ruim para São Paulo

Com metas distintas, Fluminense e São Paulo entraram em campo precisando da vitória, mas não passaram de um empate por 1 a 1, na noite desta quarta-feira, no Morumbi. O resultado foi ruim para os cariocas, que queriam começar o segundo turno sem se distanciar dos líderes, mas foi ainda pior para os paulistas, que lutam para deixar a zona de rebaixamento.

Com o ponto somado no Morumbi, o Fluminense chegou a 36 pontos e se manteve na sexta colocação. Apesar do empate, o time carioca foi beneficiado pela derrota do líder Corinthians e do empate entre Goiás e Paraná. Já o São Paulo, foi a 22 e segue na 19ª posição, na zona da degola.

A partida marcou a estréia de Petkovic pelo Fluminense. O sérvio-montenegrino demonstrou espírito de luta, mas o entrosamento com o meio-campo da equipe carioca deixou a desejar.

O São Paulo entrou em campo com um desfalque de última hora: Cicinho voltaria à equipe depois de quatro jogos sem atuar, mas teve adiados os exames médicos necessários para a contratação pelo Real Madrid.

O time do Morumbi segue com um retrospecto recente nada favorável. Desde a conquista da Libertadores, no dia 14 de julho, o São Paulo caiu de produção. Depois da vitória por 4 a 0 sobre o Atlético-PR, na decisão, a equipe jogou 12 partidas e venceu apenas uma. Além do triunfo sobre o Fortaleza, foram sete derrotas e quatro empates.

O próximo compromisso do Fluminense pelo Brasileirão será diante do Paysandu, neste domingo. O jogo acontecerá no estádio Raulino de Oliveira, às 18h10. No primeiro turno, os cariocas venceram, em Belém, por 2 a 1, com dois gols de Gabriel.

O São Paulo voltará a campo no mesmo dia, mas um pouco mais cedo. Às 16h, no estádio Willie Davis, em Maringá, a equipe de Paulo Autuori enfrentará o Paraná. No Morumbi, os são-paulinos não passaram de um empate por 1 a 1 (Lugano marcou).

O jogo

Nos primeiros 15min da partida, nada de emoção. As duas equipes se mantiveram com as atenções redobradas na marcação e nenhuma chance de gol foi criada. O Fluminense teve mais posse de bola no início do jogo, mas o estreante Petkovic não conseguiu um bom entendimento com o ataque.

Com a bola no pé, o São Paulo também encontrou problemas para penetrar na zaga carioca. O meio-campo da equipe de Paulo Autuori não encontrou os atacantes em condições de finalizar e Amoroso recuou muitas vezes para buscar jogo.

Aos 20min, o torcedor viu a primeira finalização do jogo, com o próprio Amoroso. O atacante aproveitou a sobre de um escanteio e emendou de bicicleta. Kleber fez boa defesa e colocou a bola para escanteio.

O Fluminense só chegou ao gol de Rogério Ceni aos 27min. Petkovic entrou pelo meio, recebeu uma trombada, mas a bola sobrou para Leandro, que, da meia-lua, chutou fraco, sem problemas para o goleiro.

O jogo ficou mais aberto no fim e, aos 41min, Leandro perdeu a melhor chance do primeiro tempo. Felipe fez boa jogada individual e rolou para o meio. Petkovic fez o drible de corpo e deixou a bola limpa para o atacante. Leandro teve tempo de dominar, olhar o posicionamento do goleiro e, mesmo livre, chutou para fora.

“Não houve nada, só perdi o gol. Quis deslocar o Rogério e a bola subiu”, explicou o atacante do Fluminense.

O segundo tempo começou bem mais movimentado. Com apenas 6min, Danilo já havia perdido ótima oportunidade para o São Paulo, de cabeça, e Leandro chegara com perigo diante de Rogério Ceni.

Aos 16min, Petkovic já demonstrava cansaço. O jogador perdeu a bola para Lugano, que iniciou o contra-ataque. Na frente, Danilo arriscou de fora da área e Kleber defendeu com dificuldade.

Com o jogo equilibrado, os dois técnicos mexeram nas suas equipes. No São Paulo, entraram Souza e Vélber nos lugares de Leandro Bonfim e Danilo, respectivamente. Abel Braga colocou Tuta na vaga de Leandro e Juninho da de Petkovic.

O São Paulo era melhor na partida, quando, aos 35min, Tuta marcou o gol do Fluminense. O atacante aproveitou cruzamento vindo da esquerda e, de peixinho, abriu o placar. Dois minutos depois, Amoroso recebeu ótimo lançamento pelo meio e, diante de Kleber, empatou: 1 a 1.

SÃO PAULO

Rogério Ceni; Cicinho, Edcarlos, Lugano e Júnior; Mineiro, Richarlyson, Leandro Bonfim (Souza) e Danilo (Vélber); Christian e Amoroso.

Técnico: Paulo Autuori

FLUMINENSE

Kléber; Gabriel Santos, Igor e Milton do Ó; Gabriel, Arouca, Felipe, Petkovic (Juninho) e Juan; Leandro (Tuta) e Beto (Preto Casagrande)

Técnico: Abel Braga

Local: estádio do Morumbi, em São Paulo

Árbitro: Carlos Eugênio Simon (RS/Fifa)

Auxiliares: Altemir Hausmann (RS/Fifa) e José Javel Silveira (RS)

Cartões amarelos: Júnior (S), Juninho (F)

Gols: Tuta, aos 35min, Amoroso, aos 37min do segundo tempo

Notícias relacionadas