Emerson é afastado por ato de indisciplina e futuro no Flu é incerto - WSCOM

menu

Futebol

20/04/2011


Sheik canta bonde do Fla e é afastado

Do Flu

Foto: autor desconhecido.

Problema grave de última hora no Fluminense para a partida mais importante do ano, nesta quarta-feira, contra o Argentinos Juniors, às 21h50m (de Brasília), no estádio Diego Armando Maradona, pela última rodada do Grupo 3 da Libertadores: após ato de indisciplina na concentração em Buenos Aires, Emerson está afastado do elenco e retorna ao Brasil imediatamente. O Sheik já está fora também da partida semifinal da Taça Rio, domingo, diante do Flamengo, e tem futuro incerto nas Laranjeiras.

A gota d´água para a decisão teria sido o fato do jogador ter cantado a música do “Bonde do Mengão Sem Freio” no ônibus tricolor após o treinamento de terça-feira. O afastamento de Emerso, no entanto, por muito pouco não deflagrou uma crise ainda maior, uma vez que alguns atletas levantaram a possibilidade de sequer entrarem em campo em solidariedade ao companheiro.

Herói do título do Brasileirão em 2010, com o gol decisivo na vitória por 1 a 0 sobre o Guarani, na última rodada, dia 5 de dezembro, no Engenhão, o atacante tem vivido uma temporada nada agradável. Ausente da maioria dos 21 jogos do Flu na temporada, entrou em campo somente em nove oportunidades e marcou apenas um gol.

Ainda na pré-temporada, Emerson voltou a sentir uma lesão no tornozelo esquerdo, a mesma que o afligiu na reta final do Brasileirão. As atuações abaixo da média no retorno, porém, culminaram com a barração na partida diante do Nova Iguaçu, no último domingo, quando entrou em campo apenas na segunda etapa. No mesmo dia, fez um comentário misterioso, mas que deixava clara a insatisfação, através do Twitter.

– Agora o circo está completo.

Este não foi o primeiro ato de indisciplina do jogador na temporada. Antes da partida diante do América do México fora de casa, ele teve a data marcada para tirar o visto para a Cidade do México e não compareceu ao consulado. Na última sexta-feira, o Sheik voltou a aprontar ao não comparecer ao treinamento. Além disso, não aceitou as orientações da assessoria de imprensa a Souza após a polêmica twitcam realizada em Montevidéu, há duas semanas, antes da partida contra o Nacional.

Através de sua assessoria de imprensa, Emerson se pronunciou sobre o caso:

– Infelizmente aconteceram alguns problemas internos, mas não é o momento de falar sobre isso. O grupo do Fluminense está focado nesta partida e vou torcer muito para eles voltarem com esta classificação para o Brasil. Já mostramos que somos capazes de reverter situações adversas. Justamente por causa deste momento decisivo, prefiro não falar com a imprensa nos próximos dias, o que vai acontecer em um momento oportuno

Para amigos mais próximos, o jogador já revelou o desejo de mudar de clube. Apesar de estar marcado para sempre na história do Tricolor, desde sua chegada, ele murmura pelos cantos que não se sente à vontade e que ali não é o seu lugar. A situação está indefinida, mas a tendência é que as boas recordações do Sheik com a camisa do Fluminense fiquem restritas às imagens do fim de 2010.

Notícias relacionadas