Em Salvador, Lula reconhece dimensão da crise enfrentada por seu governo - WSCOM

menu

Brasil & Mundo

22/03/2006


Em Salvador, Lula reconhece dimensão

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva visitou nesta terça-feira o canteiro de obras do metrô de Salvador. Lula reconheceu a dimensão da crise enfrentada por seu governo, após as novas denúncias envolvendo o ministro da Fazenda, Antonio Palocci. As informações são do jornal “O Estado de S. Paulo”.

“Hoje não estou bem, a situação está mal. Mas eu acredito em Deus, sou brasileiro e lutador”, disse o presidente em um discurso a uma platéia de petistas.

Lula ainda classificou as denúncias contra Palocci como ataques de “baixo nível” e garantiu estar disposto a entrar na briga para defender seu governo. “Um presidente da República não pode responder a todas as ofensas e ataques. Mas quem me conhece sabe que eu gosto de uma briga, adoro uma briga”, afirmou Lula.

Na ocasião, o presidente voltou a afirmar que seu governo fez mais pelo social do que governos dos últimos cem anos. “Os que estão me atacando hoje atacaram JK. Eu duvido, por exemplo, que alguém tratou melhor o sem-terra como eu tratei”, afirmou.

Notícias relacionadas