Em Nota, Partido Verde esclarece que evento foi partidário e nega suposta coação de servidores na PMJP - WSCOM

menu

Política

07/06/2018


Em Nota, Partido Verde esclarece que evento foi partidário e nega suposta coação de servidores na PMJP

"O evento foi de natureza partidária, realizado fora do expediente da Prefeitura Municipal de João Pessoa, sob coordenação do dirigente de formação política do diretório Estadual do partido, Adalberto Fulgêncio", diz a nota

Foto: autor desconhecido.

Após o secretário de Saúde da Prefeitura de João Pessoa, Adalberto Fulgêncio, aparecer em áudios gravados durante uma reunião com servidores, pedindo para eles trabalharem ativamente nas campanhas eleitorais dos pré-candidatos ao Governo do Estado, Lucélio Cartaxo (PV), e do deputado estadual Zennedy Bezerra (PV), o Partido Verde divulgou nesta quarta-feira (7) uma nota para esclarecer a situação.

Confira na íntegra:

PARTIDO VERDE
Diretório Estadual da Paraíba

Nota de Esclarecimento

Sobre a notícia divulgada em alguns portais, que trata do encontro partidário ocorrido na noite da última terça-feira (05), o Diretório Estadual do Partido Verde (PV) vem a público esclarecer:

– O evento foi de natureza partidária, realizado fora do expediente da Prefeitura Municipal de João Pessoa, sob coordenação do dirigente de formação política do diretório Estadual do partido, Adalberto Fulgêncio.

– Como acontece em qualquer reunião para filiados ou simpatizantes partidários, segundo preveem as normas eleitorais, membros da sigla podem se posicionar de forma espontânea, defendendo argumentos e propostas das pré-candidaturas.

– O evento ocorreu em espaço fechado, devidamente contratado pelo Partido Verde, como também prevê a legislação.

– O PV preza pelo compromisso com a legislação e com a transparência, defendendo o bom debate e as boas práticas eleitorais.