Em nota, Defensoria Pública rechaça denuncia de distribuição de material de campanha pelo Governo - WSCOM

menu

Política

26/10/2018


Em nota, Defensoria Pública rechaça denuncia de distribuição de material de campanha pelo Governo

Foto: autor desconhecido.

A Defensoria Pública do Estado da Paraíba, por meio da sua defensora pública-geral Madalena Abrantes, publicou nesta sexta-feira (27), uma nota rebatendo acusações de prática de crime eleitoral. Na oportunidade, a mesma afirma que não recebeu qualquer material de propaganda eleitoral distribuído pelo Governo.

A nota partiu em resposta a uma publicação, feita nessa quinta-feira (26), por um blog da Capital, que contia supostas denuncias de que o governador, Ricardo Coutinho (PSB), teria determinado a distribuição de material de campanha dentro das repartições públicas, inclusive na Defensoria Pública.

Confira na íntegra:

NOTA DE ESCLARECIMENTO

A defensora pública-geral da Paraíba, Madalena Abrantes, vem a público esclarecer que a Instituição a qual representa não tem qualquer relação com acusações de prática de crime eleitoral dirigidas ao governador do Estado, Ricardo Coutinho, publicadas na imprensa nesta quinta-feira (25).

Ao contrário do que foi publicado em um blog, a Defensoria Pública do Estado da Paraíba não recebeu qualquer material de propaganda eleitoral distribuído pelo Governo, assim como não é de conhecimento da defensora geral que nenhum Defensor Público estadual tenha denunciado este fato.

Madalena Abrantes reforça, ainda, que ninguém está autorizado a falar pela Instituição, sobretudo em matéria de crime eleitoral, que não compete a Defensoria Pública estadual.

Assessoria de Comunicação
Defensoria Pública do Estado da Paraíba