Em nota, CMJP lamenta morte do jornalista Jota Júnior - WSCOM

menu

Paraíba

24/04/2017


Em nota, CMJP lamenta morte de Jota Jr

'PROFUNDA TRISTEZA'

Foto: autor desconhecido.

A Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP) divulgou nota, na manhã desta segunda-feira (24), lamentando a morte do jornalista e ex-prefeito de Bayeux, Jota Júnior, 55 anos, ocorrida na madrugada de hoje, quando era transferido de Fortaleza (CE), onde fazia tratamento de saúde para transplante de um pulmão, para Porto Alegre (CE).

Na transferência, Jota não resistiu em morreu em Belo Horizonte, capital de Minas Gerais.

Confira a nota abaixo:

Câmara Municipal de João Pessoa

NOTA DE PESAR

Em meio a uma profunda tristeza que a Mesa Diretora da Câmara Municipal de João Pessoa vem a público expressar seu pesar pela morte, na madrugada desta segunda-feira (24), do jornalista e apresentador, Josival de Sousa Júnior, o Jota Júnior.

Jota tinha sido transferido para Porto Alegre, onde faria um transplante de pulmão. Durante a viagem, ele sofreu uma parada cardíaca e precisou ser internado em Belo Horizonte(MG), mas o apresentador não resistiu e faleceu na capital mineira.

Natural de Campina Grande, Jota Junior tornou-se conhecido em todo o Estado através da televisão, onde apresentava um programa de grande audiência numa emissora local.

Também exerceu carreira política, vencendo a disputa para a prefeitura de Bayeux contra a então candidata a reeleição, Sara Cabral (PTB), em 2004.

Com carisma e um jeito próprio de convencer, foi vencedor da disputa por uma diferença de quase 10 mil votos, sendo reeleito em 2008 quando concorreu com o ex-prefeito Expedito Pereira.

Jota Júnior tinha 55 anos. Deixa esposa, duas filhas e dois netos. 

Notícias relacionadas