Em casa, Flamengo apenas empata com Horizonte - WSCOM

menu

Futebol

21/04/2011


Em casa, Fla só empata com Horizonte

Zebra

Foto: autor desconhecido.

O Flamengo recebeu o Horizonte, do Ceará, na noite desta quarta-feira, no Engenhão, pelo primeiro jogo das oitavas de final da Copa do Brasil, e ficou apenas no empate em 1 a 1. Em partida sem grandes emoções, Wanderley marcou o gol rubro-negro e Elanardo fez o cearense.

Agora, a equipe carioca precisa de uma vitória ou empate por 2 ou mais gols no Ceará, na próxima quarta-feira. Já a igualdade no placar sem gols é favorável ao Horizonte, que atuará no modesto estádio Domingão.

Pressão rubro-negra e pênalti para o Horizonte

Como esperado, o Flamengo começou a partida indo para o ataque. Logo com um minuto de jogo, Thiago Neves recebeu próximo à área e chutou cruzado, mas a bola passou perto da trave direita do goleiro Alex. Três minutos depois, a zaga cearense levou mais um susto. Após cobrança de falta ensaiada, David cruzou para a área e Léo Moura apareceu para cabecear, mas a zaga afastou o perigo quase em cima da linha.

Depois de muita insistência, o Flamengo chegou ao seu gol. Aos 17 minutos, Negueba cruzou da esquerda, Wanderley dominou dentro da área, girou e bateu forte. Apesar do gol, a equipe do Horizonte conseguiu melhorar em campo e chegou mais ao ataque. Porém, o rubro-negro quase fez o segundo, em uma finalização de Willians, aos 28 minutos. O goleiro Alex espalmou para longe.

Como se diz no mundo do futebol, o time cearense passou a "gostar do jogo" e a criar jogadas de ataque, sempre apostando na velocidade. Até que, aos 38 minutos, Siloé arrancou do campo de defesa, driblou dois marcadores e foi derrubado por David na área: pênalti. Na cobrança, Elanardo deixou tudo igual.

Sem grandes oportunidades, placar é mantido

O segundo tempo começou assim como o primeiro: com a equipe do técnico Vanderlei Luxemburgo no campo de ataque. Aos quatro minutos, Rodrigo Alvim cruzou para Ronaldinho Gaúcho, que estava sozinho na área. Mas o assistente já havia marcado impedimento. Pouco tempo depois, Renato assustou o goleiro do Horizonte em boa cobrança de falta.

Aos 13 minutos, porém, o susto foi da torcida do Flamengo, quando Elanardo cobrou escanteio cheio de efeito e por pouco não fez um gol olímpico.

A partir dos 20 minutos da etapa final, as oportunidades de gol para ambos os lados ficaram escassas. Diego Maurício, que entrou no segundo tempo, ainda tentou algumas jogadas pela direita, mas sem sucesso. Thiago Neves também tentou ampliar o marcador com chutes de longa distância, porém, sem grandes sustos para o goleiro Alex.

Nos minutos finais de jogo, Ronaldinho Gaúcho desperdiçou duas boas chances de gol. Fierro avançou pela direita e cruzou para o camisa 10, que chutou de dentro da área e obrigou ao goleiro Alex fazer a defesa. No rebote, novo cruzamento do chileno e Ronaldinho cabeceou por cima da meta. Nos acréscimos, Thiago Neves cobrou falta e a torcida rubro-negra quase tirou o grito de "gol" da garganta. A bola passou muito perto da trave esquerda, mas bateu na rede pelo lado de fora.

FICHA TÉCNICA
FLAMENGO 1 X 1 HORIZONTE

Estádio: Engenhão, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 19/4/2011 – 21h50 (de Brasília)
Árbitro: Wagner Reway (MT)
Auxiliares: Paulo César Silva Faria (MT) e Fabio Rodrigo Rubinho (MT)
Renda e público: R$ 134.445,00 / 6.809 pagantes / 9.029 presentes
Cartões amarelos: Maldonado, Ronaldinho Gaúcho, David, Thiago Neves, Wellinton (Fla); Valter, Alex, Régis (HOR)
Cartão vermelho: Régis 48’/2ºT
Gols: Wanderley 17’/1ºT (1-0) e Elanardo 38’/2ºT (1-1)

FLAMENGO: Felipe, Léo Moura, Welinton, David, Renato; Maldonado (Rodrigo Alvim – Intervalo), Willians (Fierro 32’/2ºT), Negueba (Diego Maurício 12’/2ºT), Thiago Neves e Ronaldinho; Wanderley – Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

HORIZONTE: Alex, Éderson (Régis 29’/2ºT), Hércules (Da Silva 23’/2ºT), Douglas e Zezé; Valter, Junior Cearense, Diego Palinha (Jackie Chan 40’/2ºT) e Siloé; Isaac e Elanardo – Técnico: Roberto Carlos.

Notícias relacionadas