Em busca do 1º lugar, seleção encerra fase de 'polimento' contra Japão - WSCOM

menu

Brasil & Mundo

22/06/2006


Em busca do 1º lugar,

A fase de “polimento” da seleção termina nesta quinta-feira, diante do Japão, em Dortmund. Já classificado às oitavas-de-final da Copa do Mundo, o Brasil se despede da primeira fase disposto a garantir o 1º lugar do Grupo F e confirmar o planejamento elaborado por Carlos Alberto Parreira e a sua comissão técnica. A partida, que terá acompanhamento on-line do UOL Esporte, começa às 16h (horário de Brasília).

Caso confirme o 1º lugar, o Brasil enfrentará nas oitavas o segundo colocado do Grupo E, atualmente a República Tcheca. Se ficar em segundo irá cruzar com o primeiro da mesma chave, atualmente a Itália. As partidas dos dois grupos serão disputadas nesta quinta-feira.

Nos primeiros treinamentos da seleção em Weggis, na Suíça, Parreira afirmou que a equipe chegaria às primeiras partidas do Mundial “com 60% ou 70% da sua capacidade, pois o objetivo era atingir 100% na fase final”. O técnico alegava que os jogadores, desgastados após a temporada européia, precisariam de tempo para recuperar a condição atlética.

Pautada pelos testes físicos e trabalhos moderados (e individualizados), a preparação da seleção contou ainda com amistosos contra equipes fracas – FC Lucerna e Nova Zelândia, que, segundo Parreira, serviram apenas para treinar o time. “A idéia é que a seleção se redescubra”, justificava.

Nos dois primeiros jogos da Copa, contra Croácia (vitória por 1 a 0) e Austrália (2 a 0), o Brasil apresentou um futebol sem brilho e venceu graças às individualidades dos jogadores, casos de Kaká no primeiro jogo e dos centroavantes Adriano e Fred no segundo.

“O importante é que o time se cresça joga a jogo e se desenvolva cada vez melhor nos aspectos físico e tático. Talvez isso ocorra a partir de agora, até porque a pressão é menor”, disse Parreira, se referindo ao fato de a seleção já estar garantida na fase mata-mata.

O preparador físico Moraci Sant’Anna endossa o discurso do treinador. “Na média, três jogos são suficientes para que os jogadores se condicionem para um torneio como a Copa do Mundo”.

CAMPANHAS 100% NA 1ª FASE

Copa Resultados Col. final

1970 4 x 1 Tchescosl.

1 x 0 Inglaterra

3 x 2 Romênia Campeão

1982 2 x 1 URSS

4 x 1 Escócia

4 x 0 Nova Zel. Saiu na

2ª fase

1986 1 x 0 Espanha

1 x 0 Argélia

3 x 0 Irl. Norte Saiu nas

quartas

1990 2 x 1 Suécia

1 x 0 Costa Rica

1 x 0 Escócia Saiu nas

oitavas

2002 2 x 1 Turquia

4 x 0 China

5 x 2 Costa Rica Campeão

A expectativa sobre a seleção brasileira, atual campeã mundial, era enorme. A delegação, que chegou à Alemanha como principal favorita, tem gradativamente perdido espaço para as “surpresas” Argentina e Alemanha. Os próprios jogadores admitem que estão devendo um melhor futebol, apesar da possibilidade de completar a primeira fase com aproveitamento 100%, algo que só duas das seleções dos títulos do penta conseguiram (veja quadro ao lado).

“O Brasil tem tudo para crescer em todos os aspectos. A gente vê que todo mundo está querendo mostrar um melhor futebol”, disse Ronaldinho Gaúcho. “A cobrança sobre a seleção é normal, mas o importante é que a equipe está evoluindo”, completou o melhor do mundo.

Para o volante Émerson, é difícil apontar o quanto a seleção melhorou desde a estréia no Mundial. “O fato de o time ter vencido os dois jogos mostra que estamos no caminho certo. Tudo isso nos dá confiança para as próximas fases”.

Notícias relacionadas