Eleição para presidente da Federação Paraibana de Futebol já tem 4 pré-candidatos - WSCOM

menu

Futebol

28/08/2018


Eleição para presidente da Federação Paraibana de Futebol já tem 4 pré-candidatos

Foto: autor desconhecido.

Falta um mês para a eleição que definirá a nova administração da Federação Paraibana de Futebol a partir de 2019 e quatro pré-candidatos já se articulam para concorrer ao cargo de presidente da “Casa da Bola”.

O interventor João Bosco Luz, atual mandatário da entidade, anunciou o dia 29 de setembro como data para a Assembleia Geral de natureza eletiva, que terá início às 10h, em primeira convocação, com a presença necessária de mais da metade dos filiados para os trabalhos serem iniciados.

Se não houver quórum, haverá a segunda chamada, às 11h, para qualquer número de agremiações presentes. A votação começa imediatamente após a instalação da Assembleia Geral.

Até agora a corrida eleitoral para a Presidência da FPF registra quatro concorrentes.

O advogado pessoense Eduardo Araújo, de 31 anos, ex-diretor executivo da Federação, é o que parece mais próximo de conseguir os requisitos básicos para registrar a candidatura.

Conforme o estatuto da entidade, para uma chapa poder se registrar na eleição, é necessário o apoio de pelo menos oito clubes profissionais e oito clubes amadores e/ou ligas.

Eduardo Araújo esteve em Cajazeiras nesse final de semana e afirmou que fechou acordo com representantes de Atlético-PB e Paraíba, completando apoio de 10 clubes.

Outra candidatura que deve ser lançada é a da advogada Michele Ramalho, que já atuou como defensora do Treze em diversos casos na Justiça Desportiva e hoje é auditora da 1ª Comissão Disciplinar do STJD.

O empresário Josivaldo Alves, presidente do Conselho Deliberativo e “manda-chuva” do CSP, além do presidente do Conselho Fiscal da FPF, Marcílio Braz, são outros nomes que aparecem como pretensos postulantes ao cargo.

A assessoria da Federação Paraibana de Futebol ainda não confirma qualquer detalhe sobre as agremiações aptas a participar do processo eleitoral marcado para o dia 29 de setembro. De acordo com entidade, apenas com a formação da nova comissão eleitoral é que os clubes vão ser notificados sobre aptidão ou não.

Voz da Torcida

Notícias relacionadas