Efraim rebate PT sobre se aliar a golpistas e dispara: "Incomodados se retirem" - WSCOM

menu

Política

18/09/2017


Efraim rebate PT sobre com golpistas

ELEIÇÕES 2018

Foto: autor desconhecido.

O deputado federal, Efraim Filho (DEM), analisou, nesta segunda-feira (18), durante entrevista ao programa Café Com Notícia da TV Master, a reforma política que está sendo discutida em Brasília, e disse acreditar que o Fundo Partidário de R$ 3,6 bilhões com dinheiro público para financiar as campanhas propostos inicialmente e a mudança no Sistema Político para o chamado “Distritão” estão sepultados. Sobre as eleições de 2018 na Paraíba, o deputado informou que o seu partido deve permanecer na base de situação e defendeu o nome do secretário João Azevedo (PSB) como candidato do grupo.

De acordo com Efraim, o grupo de defende a mudança no Sistema até tem maioria, mas não consegue atingir o quórum qualificado para aprovação de uma Proposta de Emenda a Constituição (PEC). Para o financiamento de campanha, ele defende o financiamento privado com restrições para se impedir que haja discrepâncias como as registradas ultimamente, como o caso de uma empresa doar mais de R$ 300 milhões para uma campanha.

Sobre as eleições de 2018 na Paraíba, Efraim Filho disse que o DEM está satisfeito com a parceria político administrativo com o governador Ricardo Coutinho (PSB) e que a legenda deve permanecer aliada a situação, mas pretende sentar a mesa para discutir os espaços na chapa majoritária. Ele disse ainda que não vê problema em dividir espaço na aliança com o PT, que teria dado ultimato ao governador que não aceitaria “golpistas” na aliança do PSB.

“Não temos restrições, agora o PT tem que entender que eles chegaram onde nós já estávamos, portanto, os incomodados que se retirem”, cravou. 

Notícias relacionadas