Efraim, Inaldo e Ney figuram entre os 100 parlamentares mais influentes do Legis - WSCOM

menu

Política

28/06/2006


Efraim, Inaldo e Ney figuram

O Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap) divulgou nesta quarta a lista dos 100 deputados e senadores mais influentes do Poder Legislativo Federal. Na lista destacam-se os nomes dos paraibanos Efraim Morais (PFL), Inaldo Leitão (PL) e Ney Suassuna (PMDB).

Os mais influentes foram identificados a partir de critérios quantitativos e qualitativos, apurados segundo a metodologia convencional da ciência política, que leva em consideração aspectos institucionais, reputacionais e de tomada de decisão.

Pelo levantamento, conclui-se que os parlamentares que comandam o processo decisório no Congresso Nacional têm formação superior, são profissionais liberais, defendem a economia de mercado, são predominantemente de centro, têm mais de um mandato, são oriundos de regiões ricas ou dos Estados ricos das regiões pobres, pertencem aos maiores partidos, destacam-se como articuladores e debatedores.

Veja a lista, por partido, dos 100 Cabeças do Congresso.

PT (22)

Aloizio Mercadante (SP)

Antônio Carlos Biscaia (RJ)

Arlindo Chinaghia (SP)

Carlito Merss (SC)

Delcídio Amaral (MS)

Eduardo Suplicy (SP)

Fernando Ferro (PE)

Henrique Fontana (PT)

Ideli Salvatti (SC)

Jorge Bittar (RJ)

José Eduardo Cardozo (SP)

José Pimentel (CE)

Luciano Zica (SP)

Luiz Eduardo Greenhalgh (SP)

Maurício Rands (PE)

Paulo Delgado (MG)

Paulo Paim (RS)

Ricardo Berzoini (SP)

Sigmaringa Seixas (DF)

Tião Viana (AC)

Virgílio Guimarães (MG)

Walter Pinheiro (BA)

PFL (17)

Antônio Carlos Magalhães (BA)

Antônio Carlos Magalhães Neto (BA)

Demóstenes Torres (GO)

Efraim Morais (PB)
Jorge Bornhausen (SC)

José Agripino (RN)

José Carlos Aleluia (BA)

José Thomaz Nonô (AL)

José Roberto Arruda (DF)

Marco Maciel (PE)

Ney Lopes (RN)

Pauderney Avelino (AM)

Paulo Octávio (DF)

Roberto Magalhães (PE)

Rodolpho Tourinho (BA)

Rodrigo Maia (RJ)

Ronaldo Caiado (GO)

PSDB (14)

Alberto Goldman (SP)

Álvaro Dias (PR)

Arnaldo Madeira (SP)

Arthur Virgílio (AM)

Bismarck Maia (CE)

Gustavo Fruet (PR)

Custódio Mattos (MG)

Eduardo Paes (RJ)

Jutahy Junior (BA)

Luiz Carlos Hauly (PR)

Sérgio Guerra (PE)

Tasso Jereissati (CE)

Walter Feldman (SP)

Yeda Crusius (RS)

PMDB (14)

Amir Lando (RO)

Delfim Netto (SP)

Eunício Oliveira (CE)

Geddel Vieira Lima (BA)

Henrique Eduardo Alves (RN)

Jader Barbalho (PA)

José Sarney (AP)

Osmar Serraglio (PR)

Mendes Ribeiro Filho (RS)

Michel Temer (SP)

Ney Suassuna (PB)
Pedro Simon (RS)

Renan Calheiros (AL)

Romero Jucá (RR)

PTB (6)

Armando Monteiro (PE)

Arnaldo Faria de Sá (SP)

Fernando Bezerra (RN)

José Múcio Monteiro (PE)

Jovair Arantes (GO)

Luiz Antônio Fleury (SP)

PSB (7)

Alexandre Cardoso (RJ)

Antonio Carlos Valadares (SE)

Beto Albuquerque (RS)

Carlos Mota (MG)

Eduardo Campos (PE)

Luiza Erundina (SP)

Renato Casagrande (ES)

PP (2)

Francisco Dornelles (RJ)

Julio Lopes (RJ)

PL (3)

Inaldo Leitão (PB)
Inocêncio Oliveira (PE)

João Caldas (AL)

PCdoB (5)

Agnelo Queiroz (DF)

Aldo Rebelo (SP)

Inácio Arruda (CE)

Jandira Feghalli (RJ)

Renildo Calheiros (PE)

PDT (5)

Alceu Collares (RS)

Cristovam Buarque (DF)

Jefferson Peres (AM)

Miro Teixeira (RJ)

Sérgio Miranda (MG)

PPS (2)

Fernando Coruja (SC)

Roberto Freire (PE)

PSol (2)

Heloísa Helena (AL)

Chico Alencar (RJ)

PV (1)

Fernando Gabeira (RJ)