Durval confirma novo prédio e afirma que irá manter diálogo com Executivo - WSCOM

menu

Paraíba

30/07/2007


Durval confirma novo prédio e



Durval irá procurar Ricardo para manter diálogo

O presidente da Câmara Municipal de João Pessoa, vereador Durval Ferreira (PP), afirmou que vai continuar realizando uma gestão, nesse segundo semestre, em harmonia com o Poder Executivo, visando exclusivamente os interesses da população e da Capital paraibana.

“Pretendo manter essa mesma postura adotada no primeiro semestre das atividades legislativas, com diálogo e entendimento com o Executivo. Para que João Pessoa continue crescendo”, acrescentou ele.

Durval Ferreira admitiu procurar o prefeito Ricardo Coutinho (PSB), assim que reiniciar os trabalhos na Câmara, com o objetivo de firmar a parceria para a construção do novo prédio da Casa, cujo o projeto já está pronto e a obra deverá custar aproximadamente R$ 1 milhão e 200 mil.

Segundo ele, o projeto consiste, entre outras coisas, na construção de três andares da nova Câmara, com dois elevadores, gabinetes mais amplos e mais confortáveis, com banheiros, museu e a biblioteca da instituição. “Será uma nova Casa. Além dos vinte e um, construiremos mais quatro gabinetes para acomodar os novos vereadores que poderão integrar o quadro da instituição, caso seja aprovada a PEC que trata das composições nas casas legislativas do País, que está em tramitação no Congresso Nacional”, observou Ferreira.

O vereador argumentou que João Pessoa já estava precisando, há muito tempo, de uma Câmara de Vereadores maior e mais moderna para receber a sociedade e continuar sendo um instrumento de defesa da cidadania. Caso seja firmada a parceria entre o Legislativo e o Executivo para a construção do novo prédio da Câmara, a obra deverá ser concluída entre janeiro ou fevereiro do próximo ano.

Reinício dos trabalhos – Durval confirmou para a próximo quarta-feira, dia 1º de agosto o reinicio dos trabalhos na Câmara da Capital. De acordo com ele, a meta do Legislativo é produzir mais, nesse segundo semestre, em relação a apresentação de projetos e requerimentos que vão beneficiar a cidade, do que o primeiro semestre que, conforme dados da Secretaria Legislativa já superam os períodos anteriores.

Notícias relacionadas