Doleiros teriam enviado US$ 20 bi para o exterior - WSCOM

menu

Brasil & Mundo

04/06/2006


Doleiros teriam enviado US$ 20

Dados do Ministério Público Federal do Paraná afirmam que um grupo de 64 doleiros remeteu ilegalmente US$ 19,53 bilhões para bancos dos Estados Unidos num período de oito anos (1996-2003), segundo informações publicadas no jornal Folha de S.Paulo. O valor foi obtido com a ajuda da Justiça dos Estados Unidos.

Segundo o jornal, a cifra, equivalente a R$ 44,62 bilhões em valores atuais, é o começo da maior investigação já realizada sobre o mercado paralelo de dólar. O trabalho é conduzido pela Força-Tarefa CC5, um grupo que inclui procuradores e delegados de polícia.

O mercado de dólar é alimentado por dinheiro sem origem. Os principais clientes de doleiros são as empresas, que utilizam o mecanismo como caixa dois.

A Força-Tarefa CC5 foi criada em 2005 com o objetivo de investigar as remessas feitas por meio de CC5 (contas autorizadas pelo Banco Central a enviar recursos para o exterior).

Campeão de remessas

Segundo dados da Força-Tarefa CC5, Hélio Laniano, que é conhecido por seu relacionamento com atrizes e modelos famosas, é o campeão de remessas de dólares ilegais para o exterior. No período de outubro de 1995 a junho de 2002 foi enviado US$ 1,2 bilhão

Laniado foi preso em agosto de 2005 em Praga, na República Tcheca, acusado de lavagem de dinheiro, formação de quadrilha e crime contra o sistema financeiro, publicou a Folha.

Leia mais no Terra

Notícias relacionadas