Dois dias após ‘Operação Pente Fino”, presos do Róger ligam para programa de rád - WSCOM

menu

Policial

21/10/2005


Dois dias após ‘Operação Pente

Após a rebelião desencadeada na última terça-feira 18, e dois dias depois da “Operação Pente Fino”, detentos do Presídio do Róger ligam de um aparelho celular para o programa de rádio Tribuna do Povo da 98 FM ao vivo, denunciando medidas adotadas pela direção do presídio e reivindicando a voltar das visitas íntimas que estão suspensas desde o começo da semana.

Os presos denunciam que estão há nove dias sem banho de sol e que, dentro do presídio, o clima é de caos e destruição. As paredes dos pavilhões estão perfuradas de balas, eletrodomésticos foram quebrados durante a operação de segurança, falta produtos de higiene e limpeza e a comida servida provoca doenças.

A principal preocupação dos detentos, porém, é o restabelecimento das visitas íntimas. “Precisamos da visita”, disse um deles, garantindo que as rebeliões serão suspensas se puderem ter acesso aos parentes.

Sobre os detentos que foram executados durante a rebelião, os presos disseram que eles foram mortos por que trabalhavam para direção “entregando” os colegas.

Notícias relacionadas