Docentes da UFPB debatem educação superior e anunciam greve a partir de 14 de se - WSCOM

menu

Educação

25/08/2005


Docentes da UFPB debatem educação

Os professores da Universidade Federal da Paraíba anunciaram para o dia 14 de setembro o dia em que interromperão as aulas, entrando em greve por tempo indeterminado. Uma semana antes, no dia 8, eles realizam um fórum de defesa da educação pública superior e do magistério.

Para este fórum, que acontecerá na Faculdade de Direito, serão convidados o governador Cássio Cunha Lima, o prefeito Ricardo Coutinho, membros da Assembléia Legislativa e Câmara Municipal, senadores, Diocese, entidades civis e organizações não-governamentais (ONGs). Neste evento, será elaborado um manifesto que tem por objetivo sensibilizar o Governo Federal a atender às reivindicações de docentes e servidores.

De acordo com Cida Ramos, presidente da Associação dos Docentes da UFPB, 16 instituições já estão paradas no país e a Universidade Federal da Paraíba será a próxima.

Os servidores da Universidade já estão parados desde a semana passada e prometem manter o movimento, pelo menos, durante toda a próxima semana. Já os docentes pretendem para no próximo dia 30, “esperamos que o governo tenha sensibilidade para evitar a greve, mas acho inevitável a paralisação”, declarou Cida Ramos.

Notícias relacionadas