“Divergência não atrapalhará a reconstrução da bancada", diz Hervázio sobre atrito com Barbosa - WSCOM

menu

Política

20/11/2018


“Divergência não atrapalhará a reconstrução da bancada”, diz Hervázio sobre atrito com Barbosa

Foto: autor desconhecido.

Envolvido em atrito momentâneo com o deputado Ricardo Barbosa (PSB), o líder do Governo na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), Hervázio Bezerra, tratou de minimizar nesta terça-feira (20) as divergências com o colega de partido. De acordo com ele, as rusgas entre os dois parlamentares socialistas não deverão afetar a “reconstrução” da unidade da bancada no período que antecede a eleição da futura Mesa Diretora da Capa de Epitácio Pessoa.

De acordo com Hervázio Bezerra, a ideia é compartilhada pelo deputado Adriano Galdino (PSB), mais cotado para reassumir à Presidência da ALPB a partir de fevereiro.


“Muito embora pareça, [a divergência] não vai afetar a unidade que nós estamos reconstruindo. Não interessa a ninguém essa divergência. Eu vou discutir mérito agora, se eles se equivocaram ou não na condução do processo? Não adianta, são águas passadas e águas passadas não movem moinhos. Eu não vou ficar batendo na mesma tecla, até por que eu tenho o objetivo de elegermos uma Mesa Diretora que seja correta e leal ao Governo, que dê governabilidade a João Azevêdo e que dê unidade da Casa. Mesmo entendendo a sua fala, há uma tradição na Casa que nós vamos manter, vamos preservar, independente de quantos parlamentares integrem a oposição”, declarou Hervázio, em entrevista concedida à Rádio Pop FM.


Entenda

Na sessão ordinária desta terça-feira, os deputados Ricardo Barbosa e Hervázio Bezerra trocaram farpas, em Plenário. Na ocasião, Barbosa se retratou e pediu desculpas ao presidente da Casa, Gervásio Maia (PSB), sobre um pronunciamento contundente usando duras palavras contra o parlamentar na última segunda-feira (19).


Ele ainda acusou Hervázio Bezerra de atacá-lo injustamente, acusando-o de ter descumprido o regimento interno na aprovação da PEC 13/2015, que dispõe sobre o fim da reeleição de presidentes do Poder Legislativo. “Me acusaram publicamente, inclusive autoridades da envergadura do governador Ricardo Coutinho”, lembrou.


Por sua vez, Hervázio Bezerra cobrou respeito e desafiou Barbosa a provar as acusações proferidas contra ele.


Por Redação
Portal WSCOM