Diretor antecipa pauta do Congresso que marca os 60 anos da Cândida Vargas - WSCOM

menu

Paraíba

18/08/2005


Diretor antecipa pauta do Congresso

O diretor do Instituto Cândida Vargas, Eduardo Sérgio de Souza, antecipou agora no programa Abra o Jogo a pauta do 1º Congresso Multiprofissional do ICV, que vai abordar sobre a saúde da mulher – especialmente as de classe mais pobres – e marcar os 60 anos da instituição. O evento está sendo aberto esta noite no Hotel Tambaú e se estende até o dia 20.

De acordo com o diretor, o ICV chega a maturidade enfrentando antigos problemas: pelo menos metade dos procedimentos realizados na maternidade ocorre com mulheres vindas do interior do Estado. ‘Isto causa uma sobrecarga’, alertou Eduardo Sérgio, que defendeu a manutenção dos pacientes nas estruturas de saúde de suas cidades. ‘Só pacientes com quadros mais graves deveriam ser deslocados’, defendeu.

A maternidade realiza em médio 400 partos por mês e, segundo o diretor, o índice de óbitos é baixo. ‘As seis mortes recentes, ocorridas no período de 30 dias, foram algo fora da normalidade’, disse. Ele revelou que a Paraíba registra de 2 a 25 mortes maternas por ano. ‘A maioria dos casos ocorre por falta de assistência adequada’, informou.

A Conferência – as inscrições são gratuitas e podem ser feitas no Centro de Estudos Cândida Vargas, através do telefone (83) 3241-3441 (ramal 202), ou comparecendo à unidade do ICV, que fica localizada na avenida Coremas, no bairro de Jaguaribe.

O congresso tem caráter multiprofissional, ou seja, todas as profissões da área de saúde estão sendo contempladas e todos podem participar do encontro, inclusive estudantes da área de saúde.

O encontro está sendo organizado em ciclos de conferências, mesas redondas, mini-cursos e oficinas, que em conjunto abordarão as temáticas da saúde no que diz respeito à atenção dispensada à mulher usuária do Sistema Único de Saúde (SUS).

Notícias relacionadas