Direção do PPS afasta Nepomuceno e anula filiações efetuadas desde maio - WSCOM

menu

Política

31/08/2005


Direção do PPS afasta Nepomuceno

A Direção Nacional do Partido Popular Socialista afastou nesta terça-feira o presidente estadual do partido na Paraíba, Hermano Nepomuceno, além de anular todas as filiações chegadas ao partido desde o mês de maio. O presidente nacional do PPS, deputado Roberto Freire, deverá transferir o comando do partido ao presidente da Assembléia Legislativa da Paraíba, deputado Rômulo Gouveia.

A decisão se deveu ao entendimento de Roberto Freire de que a cúpula do PPS na Paraíba estava em desalinho com os pedidos de filiação formulados por Rômulo Gouveia. Dos 16 pedidos, apenas quatro foram aceitos pelo partido na última semana passada.

Rômulo disse que recebeu com satisfação a decisão da Executiva Nacional, e afirmou que “isso constata que o partido, com líderes como Hermano Nepomuceno e Emília Correia Lima e Ronald Queiroz, só cresceu 0,6%. Chego para dar representação do partido na Câmara Federal, Assembléia Legislativa e câmaras municipais”.

O deputado estadual chegou em Brasília na noite desta terça-feira, e se reunirá na quarta às 10h para a definição dos novos rumos que comporão a direção provisória.

O Portal WSCOM Online antecipou na semana passada que esta intervenção aconteceria, porque constatou um diálogo entre Roberto Freire e Hermano Nepomuceno. Roberto disse a Nepomuceno que se ele não acatasse o pedido de Rômulo, haveria intervenção na Paraíba.

Notícias relacionadas