Dilma sobre golpe na Turquia: “governo eleito não pode ser derrubado” - WSCOM

menu

Brasil & Mundo

16/07/2016


Dilma critica golpe na Turquia

"PREOCUPANTE"

Foto: autor desconhecido.

A presidente eleita Dilma Rousseff se manifestou na manhã deste sábado 16 sobre a tentativa de golpe militar na Turquia, que ocorreu na noite desta sexta nas cidades de Istambul e Ancara.

"A tentativa de golpe na Turquia é preocupante. Um governo eleito não pode ser derrubado. Nem pela violência. Nem por artimanhas jurídicas", afirmou Dilma pelo Twitter.

"O presidente Erdogan foi eleito pelo povo da Turquia", lembra a presidente. "No Brasil, o impeachment tem de ser repudiado. Democracia é preservar a vontade popular", defendeu em seguida.

A tentativa de tomada de poder pelos militares deixou 265 mortos e 1.440 feridos até o momento. Segundo o primeiro-ministro turco, Binali Yildirim, 20 militares que lideraram o golpe foram assassinados e 2.839 soldados foram presos.

O ato do Exército turco, porém, foi abortado pela reação popular. Turcos foram às ruas e chegaram a subir ou deitar-se em frente a tanques de guerra.

Em discurso à população em Istambul, na noite de ontem, Erdogan mandou um recado aos golpistas: "há um governo eleito aqui". Depois, em entrevista à CNN, ele declarou: "Não devemos ser confundidos com algum país da América do Sul ou da África".

Notícias relacionadas