Dias depois de WS mencionar em Blog, Haddad anuncia Carta ao Povo Brasileiro - WSCOM

menu

Política

06/10/2018


  Dias depois de WS mencionar em Blog, Haddad anuncia Carta ao Povo Brasileiro

Foto: autor desconhecido.

O candidato a presidente da República pelo Partido dos Trabalhadores, Fernando Haddad, anunciou neste sábado nova Carta ao Povo Brasileiro uma semana depois do Multimídia e Analista Politico, Walter Santos, ter previsto que Haddad devia uma explicação nacional de seu projeto.

O Portal WSCOM nesta edição vai publicar a íntegra da carta de Haddad é a essência do artigo de Walter Santos.

“A maioria do povo brasileiro rejeita o projeto de intolerância e do fim de direitos do povo. A esperança já venceu o medo uma vez. E, agora, vencerá o ódio e a mentira”, diz o candidato Fernando Haddad, que representa o projeto do ex-presidente Lula. “Eu, Manu e o presidente Lula contamos com cada um e cada uma de vocês. Tenho fé que, juntos, vamos vencer as eleições e devolver a Presidência para o povo. Acreditem quando digo que o Brasil que construímos ainda está na memória e no coração dos brasileiros e brasileiras”.

Leia, abaixo, a íntegra:

Meus amigos e minhas amigas,

Antes de mais nada, quero agradecer pela coragem, a alegria e a confiança. Vocês fazem algo extraordinário: fazem com que uma grande parcela do povo me olhe com os mesmos olhos com que vocês me olham e me sinta com o coração com que Lula sente cada um de vocês. Somos irmãos e irmãs em sonhos e esperanças de um Brasil justo e soberano.

Vocês, mais do que ninguém, sabem que o nosso caminho nunca foi fácil. Condenaram e prenderam injustamente o nosso presidente Lula. Eles fazem de tudo para impedir que a nossa mensagem chegue às pessoas. A campanha deles é feita basicamente de mentiras, todas urdidas no submundo, porque eles não têm coragem de enfrentar o debate democrático que se faz à luz do dia. Eles tem a força como ideia, nós temos nossas ideias como força. Mas não se intimidem nem caiam em provocações. Não importa o que eles façam, a gente jamais vai esmorecer, porque sabemos que não estamos sozinhos. A nossa luta não é por nós mesmos, mas pelos milhões que os nossos governos resgataram da miséria, garantiram direitos, oportunidade e trataram com o respeito de cidadãos.

Esse povo, a maioria do Brasil, estará com a gente sempre que estivermos com eles. Eles são o sonho de um Brasil melhor, que Lula nos ensinou que é possível, que é o que nos dá força para lutar. Nesse momento, todo voto é importante: todo debate, toda conversa, todo compartilhamento de material de campanha e notícias boas, como também de respostas contra as mentiras. A hora é de ficar alerta. Agora é nas redes e nas ruas, para consolidar a nossa ida para o segundo turno, para lutarmos juntos, uma vez mais, pelo futuro do nosso país.

Todas as pesquisas apontam para nossa ida ao segundo turno, quando deixaremos ainda mais clara a diferença entre os projetos que estão em disputa no Brasil. A maioria do povo brasileiro rejeita o projeto de intolerância e do fim de direitos do povo. A esperança já venceu o medo uma vez. E, agora, vencerá o ódio e a mentira.

Eu, Manu e o presidente Lula contamos com cada um e cada uma de vocês. Tenho fé que, juntos, vamos vencer as eleições e devolver a Presidência para o povo. Acreditem quando digo que o Brasil que construímos ainda está na memória e no coração dos brasileiros e brasileiras.

E o Brasil do futuro, onde celebraremos como irmãos a fraternidade, a tolerância, a democracia e a paz, onde teremos a alegria e a segurança para criar nossos filhos e construir nossas famílias, com orgulho de todas as cores, religiões e diferenças que fazem desse país o melhor do mundo, está logo ali à nossa frente.

O Brasil será feliz de novo. Com a força e a coragem de vocês.

Forte abraço e até a vitória.

Fernando Haddad 13

A necessidade de nova Carta aos Brasileiros para reafirmar posições e conter deturpações de Bolsonaro

Por Walter Santos
A reta final do processo sucessório no País aponta o esperado recrudescimento de posições entre aliados do candidato Jair Bolsonaro, em primeiro lugar nas pesquisas, e o candidato Fernando Haddad, do PT, em face de diversos fatores, entre eles a adesão de setores da Classe Média e do aparato financeiro na reprodução de Fake News na WEB e na publicização de campanhas anti-petistas.

A disseminação continuada de discursos fascistas, mesmo sem procedência, e o aparelhamento das Redes Sociais com campanhas reacionárias,  homofobicas e fascistas apontam para a urgente necessidade do candidato Haddad construir com o PT e Frente Democrática, algo como nova Carta aos Brasileiros e Brasileiras.

REPETINDO 2002

Havia na eleição vitoriosa de Lula naquele ano um clima de histeria como se dá neste momento com a reprodução de discursos odientos, que agora se manifestam com maior intensidade pela estratégia dos Bolsonaristas, agora usando milhares de robôs as redes sociais propagando mentiras e horrores contra Haddad e o PT.

Daí a importância e já suficientemente necessária a produção urgente de um Documento pontuando as posições básicas do candidato ao eleitorado brasileiro refutando e esclarecendo tantas inverdades transformadas em dogmas na Internet.

E deve ser rápido expondo ainda a verdade “verdadeira” do candidato Bolsonaro escondido na estratégia de não ir aos debates nem se expor aos vivos de todas as regiões pela sua incapacidade reconhecida.

Em síntese, como se diz lá na Torre, urge.