Dez mil pessoas lotam o Espaço Cultural no segundo dia do Campus Festival - WSCOM

menu

Entretenimento

30/04/2017


Dez mil pessoas lotam Campus Festival

PÚBLICO ALTO

Foto: autor desconhecido.

Um público democrático, formado por jovens, adultos e famílias, lotou o Espaço Cultural para assistir a programação do segundo dia do Campus Festival. Foram cerca de dez mil pessoas que curtiram a maratona de shows, que começou as 17h30 e foi até à meia noite do último sábado (29). A abertura foi com a banda paraibana Seu Pereira e Coletivo 401. Eles lançaram o novo trabalho no Campus, o disco ’Eu não sou boa influência pra você’, apoiado e financiado 100% pelos fãs da banda por meio de uma plataforma de financiamento coletivo. No palco, também sucessos de Seu Pereira e Musa Caliente.

Após o show de abertura, subiu ao palco a banda de reggae Maneva, que surpreendeu pela grande sinergia com o público pessoense. Com repertório cheio de hits, como “Pisando descalço”, “O Destino não quis”, “Luz que me traz paz”, “Saudades do Tempo”, “Não vá dizer que não” e “Meu pai é rastafar-i”, o Maneva desembarcou pela primeira vez em João Pessoa para lançar o novo trabalho. "Supriu todas as nossas expectativas. Nossos fãs de João Pessoa cantaram o tempo todo e demonstraram muito carinho por nós e pelo nosso trabalho. Quero voltar para conhecer e curtir essa cidade linda que é João Pessoa", disse o vocalista Tales de Polli, logo após a apresentação.

O show seguinte foi da surpreendente Baiana System. Depois levantar o público no Lollapalooza e ser confirmada no Rock In Rio 2017, eles se apresentaram de forma pulsante no Espaço Cultural. Com um som bastante original e dançante, o Baiana distribuiu as máscaras, usadas na estética da banda, para o público, como personificação de um “ser” – um elo, fazendo com que o mesmo vire parte integrante desse “sistema”. Linhas de baixo de SekoBass e a base percussiva eletrônica formataram a mistura de ritmos afro-latinos como frevo, samba-reggae, pagode, groove arrastado, ijexá, kuduro, reggae, dub, entre outros.

Ao final da noite, Humberto Gessinger e banda lançaram o novo trabalho, que começou em março desde ano em todo o País. "Desde aquela noite", o novo projeto, foi apresentado ao público paraibano, e na íntegra os sucessos de "Revolta dos Dandis". Em um show memorável, Humberto e o público cantaram juntos grandes hits, como "Pra ser sincero", " Terra de Gigantes" e "Refrão de Boleto". "Vida é música é bacana por isso. Cada noite é uma experiência, é diferente. O show não é só feito pela banda, é muito feito pelo público que está ali. Hoje foi assim: este festival tem uma viba bacana, banda de vários locais e várias gerações. Sempre uma oportunidade bacana tocar com essa galera", disse Humberto Gessinger para o show em João Pessoa.

Palestras – O Espaço de Conhecimento Sebrae, no Campus Festival, vai oferecer dez horas de debates sobre empreendedorismo digital, mercado de cultura pop no Brasil, criação e produção de conteúdo para mídias digitais e economia criativa, no próximo domingo (30), no Teatro Paulo Pontes, no Espaço Cultural. O ator, produtor e jornalista Wagner Moura é a grande atração da programação. Na palestra“Diversidade – a força para novas descobertas”, às 20h30, ele vai discutir empreendedorismo cultural e conversar sobre a carreira de ator e diretor.

Confira a programação:
14h – Desafios de um empreendedor digital – Rodrigo Cartacho, CEO da Sympla
15h30 – Mercado de Cultura Pop no Brasil – João Paulo Sette, diretor de Operação da ComicCon Experience
17h – Criação e produção de conteúdo para mídias digitais – youtuber Gessika Kayane (GKay)
18h – Profissão: Influencer – Você é sua empresa – youtuber Carlinhos Maia
20h30 – Diversidade – a força para novas descobertas – Wagner Moura, ator e diretor 

Notícias relacionadas