Desvio de R$ 3 milhões na gestão Cozete Barbosa é denunciado no Ministério Públi - WSCOM

menu

Política

24/08/2005


Desvio de R$ 3 milhões

O Ministério Público ouviu hoje os depoimentos do ex-secretário de Educação de Campina Grande Pedro Lúcio Barbosa, de Luíza de Marilac, ex-presidente do conselho do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério (Fundef) e do ex-tesoureiro da pasta, Genivaldo da Silva. Na ocasião, os três falaram sobre acusações de desvio de dinheiro do Fundef entre 2002 e 2003, na gestão da ex-prefeita Cozete Barbosa.

Pedro Lúcio apresentou cópias de extratos das contas do Fundef e confirmou as denúncias feitas anteriormente, relatando desvio de aproximadamente R$ 3 milhões do fundo para pagamento da folha de pessoal e outras despesas. Ele disse que apenas R$ 2.075.000,00 foram devolvidos ao programa. Lúcio acusou Maria da Paz de desviar bem mais recursos que ele: R$ 4 milhões em quatro meses.

Luíza de Marilac disse que só tomou conhecimento dos desvios através do livro publicado no ano passado por Pedro Lúcio e confirmou que o conselho do Fundef pediu investigação ao MP, Tribunal de Contas do Estado e Câmara de Vereadores de Campina Grande. O ex-tesoureiro Genivaldo da Silva disse que tinha acesso a extratos da Educação, confirmnou todas as denúncias feitas anteriormente, mas não quis dar entrevistas, ao sair do MP.

Já a ex-secretária municipal da Eduacação Maria da Paz não compareceu ao depoimento agendado para a tarde, alegando compromissos profissionais.

Notícias relacionadas