Destaques antigos salvam 'novo' Corinthians - WSCOM

menu

Mais Esporte

03/03/2006


Destaques antigos salvam 'novo' Corinthi

Cinco titulares não puderam atuar e o técnico Antônio Lopes resolveu fazer testes nesta quinta-feira. O comandante do Corinthians promoveu a estréia do goleiro Johnny Herrera, mudou o esquema para o 3-5-2 e improvisou o meio-campista Rosinei na ala direita. No meio de tantas novidades, velhos destaques salvaram a equipe alvinegra. Nilmar marcou duas vezes e Roger determinou a vitória por 3 a 2 sobre o Ituano, de virada, na 12ª rodada do Campeonato Paulista.

Nesta quinta-feira, o técnico Antônio Lopes não pôde escalar cinco titulares do Corinthians. Ricardinho, Gustavo Nery e Tevez foram convocados para suas respectivas seleções, Coelho cumpriu suspensão e Wescley foi vetado devido a dores musculares.

“Tivemos muitas mudanças e isso prejudicou o rendimento coletivo da equipe. Mas mostramos que temos muita qualidade no sentido individual e isso é importante. Temos muitas opções para decidir a partida”, comemorou o treinador Antônio Lopes.

No meio de tantos problemas, o Corinthians contou com o mesmo destaque das partidas em que atuou completo. Dois dos gols alvinegros foram marcados pelo centroavante Nilmar, que balançou as redes adversárias nove vezes nas últimas quatro partidas do time do Parque São Jorge – ele é o artilheiro do certame com 15 gols.

Graças ao desempenho de Nilmar e Roger, o Corinthians chegou a 24 pontos e se manteve na briga pelo título do Campeonato Paulista. A equipe alvinegra está agora na quarta colocação, a quatro pontos do líder Santos e a dois de São Paulo e Palmeiras (que tem um jogo a menos que os rivais).

De quebra, o Corinthians alcança sua quinta partida consecutiva sem perder na atual temporada. O time do Parque São Jorge não sofre um revés desde o dia 12 de fevereiro, quando foi superado pelo Santos por 1 a 0.

O Ituano, com o revés diante do Corinthians, estaciona nos 17 pontos e fica com a nona colocação do Campeonato Paulista. “Precisávamos muito vencer em casa, mas não conseguimos segurar o resultado. Vamos precisar recuperar isso nas próximas partidas”, avisou o zagueiro Erivélton, autor do segundo gol do time do interior.

As duas equipes voltarão a campo no próximo domingo, ambas às 18h10. O Ituano receberá o América-SP no estádio Novelli Júnior, em Itu. O Corinthians também jogará dentro de casa, no Pacaembu, contra o Marília.

O jogo

“Sabemos que o Corinthians tem muita qualidade e que não podemos dar espaços. Por isso, nossa meta é fazer uma marcação forte, usar a velocidade nos contra-ataques e concluir com eficiência”, planejou o meia Juliano, do Ituano, antes do início da partida.

E a previsão do camisa 10 do Ituano foi ratificada no campo do estádio Novelli Júnior. O Corinthians tomou iniciativa da partida desde o início. Os donos da casa atuaram fechados em seu campo de defesa e iniciaram seus contra-golpes a partir do excesso de erros nos passes da equipe alvinegra.

Num desses contra-ataques, aos 10min, o Ituano inaugurou o placar. Ricardo Lopes arrancou pela direita, sem ser pressionado, invadiu a grande área e bateu cruzado. A bola ainda tocou na trave direita do chileno Johnny Herrera antes de entrar.

Em vantagem, o Ituano recuou ainda mais. Com isso, porém, deu espaço para o Corinthians jogar. “Nós fomos bem até o gol, mas paramos depois. A equipe deles cresceu e nós esquecemos de jogar”, admitiu o volante Pierre, do time da casa.

A postura excessivamente cautelosa que o Ituano assumiu depois do gol fez o Corinthians criar muitas oportunidades para empatar na primeira etapa. Na melhor delas, aos 32min, Roger aproveitou um rebote da defesa e concluiu de primeira de fora da área. A bola explodiu no travessão de André Luiz.

Com medo da evolução do Corinthians, o técnico Leandro Campos alterou o Ituano durante o intervalo. O comandante da equipe da casa trocou o atacante Paulo Santos pelo volante Fábio Borges. E assim, deu ainda mais espaço para o time alvinegro tocar a bola no campo ofensivo.

O castigo para o Ituano aconteceu aos 19min. Nilmar recebeu a bola dentro da área, de costas para o gol, girou o corpo para a esquerda e chutou cruzado para vencer André Luiz.

Só que a resposta do Ituano veio de forma rápida. Ricardo Lopes cobrou falta da direita aos 21min. Dentro da pequena área, Erivélton se antecipou a Betão e tocou no canto direito baixo de Johnny Herrera.

O gol parecia ter definido a vitória do Ituano. No entanto, o Corinthians contou com o talento de Nilmar. O centroavante fez jogada individual aos 36min, driblou dois defensores e tocou no canto direito de André Luiz para empatar.

Animado pelo gol, o Corinthians conseguiu a virada aos 40min. Roger cobrou falta da meia direita, a bola tocou no travessão, no solo e entrou para dar a vitória à equipe alvinegra no estádio Novelli Júnior.

ITUANO

André Luiz; Ricardo Lopes, Erivélton, Adriano e Kauê; Johnny, Pierre, Reginaldo (Fernando Gaúcho) e Juliano (Tarciano); Rômulo e Paulo Santos (Fábio Borges)

Técnico: Leandro Campos

CORINTHIANS

Johnny Herrera; Marinho, Betão e Wendel; Rosinei, Marcelo Mattos, Roger (Carlão), Elton (Xavier) e Rubens Júnior (Ji-Paraná); Carlos Alberto e Nilmar

Técnico: Antônio Lopes

Local: estádio Novelli Júnior, em Itu (SP)

Árbitro: Luís Marcelo Vincentin Cansian

Auxiliares: Marco Antônio Monteiro Bagatella e Matheus Camolesi

Cartões amarelos: Wendel (C), Adriano (I), Ricardo Lopes (I), Rômulo (I), Erivélton (I), Fábio Borges (I), Carlos Alberto (C), Betão (C)

Gols: Ricardo Lopes, aos 10min do primeiro tempo; Nilmar, aos 19min e aos 36min, Erivélton, aos 21min, Roger, aos 40min do segundo tempo

Notícias relacionadas