Desastre não tem sobreviventes, acredita Nigéria - WSCOM

menu

Internacional

23/10/2005


Desastre não tem sobreviventes, acredita

Autoridades da Nigéria acreditam que não há sobreviventes no avião da Bellview que caiu neste sábado à noite logo depois de decolar da cidade de Lagos em direção à capital nigeriana de Abuja.

Funcionários da Cruz Vermelha foram mais enfáticos, afirmando que todas as 114 pessoas do avião morreram no acidente. Um canal de televisão da Nigéria mostrou imagens de corpos entre os destroços do avião.

Relatos iniciais sugeriam que havia pelo menos 50 sobreviventes, mas funcionários do governo nigeriano se retrataram mais tarde, atribuindo o erro na informação à confusão existente no local onde o avião foi encontrado.

Aparentemente, a lista de passageiros do vôo 210 da Bellview inclui alguns altos funcionários do governo nigeriano e um representante da Comunidade Econômica da África Ocidental (Ecowas, na sigla em inglês), além de um general e um parlamentar.

Um porta-voz do governo do Estado de Oyo, na Nigéria, fez um apelo às equipes médicas de emergência para irem ao local do acidente. “Foi feito um comunicado para que todo o pessoal médico vá ao local do desastre, se puder.”

Centenas de parentes estão concentrados há horas no aeroporto de Lagos à espera de informações sobre os passageiros.

O vôo 210 da Bellview Airlines, cujo destino era a capital da Nigéria, Abuja, enviou um sinal de alerta, minutos após a decolagem, realizada sob mau tempo.

Zona rural – Acredita-se que a aeronave tenha caído perto da comunidade rural de Kishi, na região central da Nigéria, cerca de 400 quilômetros ao norte de Lagos.

Acredita-se que o vôo 210 da Bellview Airlines transportava várias autoridades nigerianas. A aeronave decolou no sábado às 20h45 horário local (17h45 hora de Brasília), mas teria desaparecido dos radares da torre de controle pouco mais tarde.

Como os vôos de Lagos para Abuja costumam sobrevoar o Oceano Atlântico depois da decolagem antes de dar meia volta na direção da capital nigeriana, suspeitava-se que o acidente pudesse ter acontecido no mar.

O sinal de emergência teria sido transmitido pelo avião quando ele já sobrevoava o Atlântico, cerca de 25 quilômetros a oeste de Lagos.

A Bellview Airlines é uma companhia privada nigeriana, que opera rotas pela África ocidental, usando principalmente Boeings 737. A empresa é uma das preferidas de estrangeiros e da classe alta da Nigéria.

As estatísticas de acidentes aéreos do país estão entre as piores do mundo. Em maio de 2002, um avião caiu perto da cidade de Kano matando quase 150 pessoas.

Notícias relacionadas