Derrota do mínimo pode assustar mercados, diz - WSCOM

menu

Brasil & Mundo

12/08/2005


Derrota do mínimo pode assustar

O diário econômico britânico “Financial Times” afirma nesta sexta-feira que o governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva sofreu uma “dura derrota” no Congresso com a aprovação no Senado de um aumento do salário mínimo para R$ 384.

A aprovação na quarta-feira da lei do salário mínimo no Senado “poderia também mudar o humor dos mercados financeiros”, acrescenta o diário.

Segundo o FT, diante dos escândalos de corrupção, alguns analistas políticos observam que o mercado estaria subestimando o risco de um presidente fragilizado e com pouco poder de ação no final de seu mandato.

O jornal observa que, se aprovada, a nova lei aumentaria em mais de US$ 5 bilhões (cerca de R$ 11,7 bilhões) anuais as despesas do governo.

“O aumento abalaria o orçamento governamental e poderia colocar em risco os superávits necessários para pagar a dívida”, afirma a reportagem.

O “FT” diz que o projeto de lei ainda pode ser derrotado na Câmara dos Deputados ou mesmo vetado por Lula, mas que “seria potencialmente prejudicial ao governo cortar uma lei de salários generosos antes das eleições gerais do próximo ano”.

Notícias relacionadas