Deputado Miguel Arraes morre aos 88 anos em Recife - WSCOM

menu

Brasil & Mundo

13/08/2005


Deputado Miguel Arraes morre aos

O presidente nacional do PSB, deputado federal Miguel Arraes, morreu neste sábado aos 88 anos, em Recife (PE). Ele estava internado há 59 dias na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do hospital Esperança, em Recife (PE).

Arraes sofria de infecção pulmonar e respirava com a ajuda de aparelhos. Seus rins não funcionavam normalmente e ele estava sendo submetido a sessões diárias de hemodiálise.

Folha Imagem

Deputado Miguel Arraes morre aos 88 anos

Nascido em 16 de dezembro de 1917 em Araripe (CE), Arraes teve forte atuação na política regional pernambucana. Foi para o Rio de Janeiro estudar direito em 1932. Iniciou sua vida pública em 1947, indicado para a chefia da Secretaria da Fazenda pernambucana pelo ex-presidente do IAA (Instituto do Açúcar e do Álcool).

Apesar de ser cearense, Arraes construiu sua carreira política em Pernambuco, onde elegeu-se para cargos no Legislativo e Executivo. Foi deputado estadual e governador do Estado por três vezes.

Em seu primeiro mandato como governador, foi deposto pela ditadura militar. Exilou-se na Argélia, em 1965, e só retornou ao Brasil 14 anos depois, beneficiado pela Lei da Anistia. Já foi eleito três vezes deputado federal. É avô do ministro da Ciência e Tecnologia, Eduardo Campos.

Arraes era o caçula, e único homem, entre os sete filhos de José Almino Alencar Maria Benigna Arraes. Casou em 1945 com Célia de Souza Leão, que faleceu após 16 anos e oito filhos pequenos. O deputado se casou pela segunda vez no ano seguinte, com Magdalena Fiúza, com quem teve mais dois filhos.

O político cearense é pai do economista José Almino e do diretor e produtor de TV Miguel [Guel] Arraes Filho. Também é avô do ex-ministro da Ciência e Tecnologia e deputado federal Eduardo Campos (PSB-PE).

Notícias relacionadas