Democratas fazem primeiro debate pelo YouTube - WSCOM

menu

Internacional

24/07/2007


Democratas fazem primeiro debate pelo



Candidatos responderam a perguntas enviadas por internautas

Pela primeira vez na história das eleições americanas, candidatos à Casa Branca realizaram nesta segunda-feira um debate apenas com questões enviadas por internautas, por meio do site YouTube.

Qualquer um podia enviar perguntas. Durante duas horas, oito pré-candidatos do Partido Democrata responderam a perguntas escolhidas entre cerca de 3 mil questões enviadas na forma de vídeos de até 30 segundos no YouTube.

As perguntas foram selecionadas pela equipe da editoria de política da rede CNN. O apresentador Anderson Cooper foi o mediador do debate, realizado no Estado da Carolina do Sul.

Segundo analistas, a internet deverá ter um papel importante nas eleições americanas de 2008.

Atentos a essa tendência, pré-candidatos democratas e republicanos vêm tentando conquistar apoio na internet e entre os usuários de sites como o YouTube.

No debate desta segunda-feira, as perguntas dos internautas cobriram assuntos variados, desde a guerra no Iraque até o sistema de saúde, impostos e casamento de pessoas do mesmo sexo.

Obama, que é senador pelo Estado de Illinois, criticou seus adversários no Congresso que votaram a favor da invasão do Iraque em 2003.

“A hora de perguntar como nós vamos sair do Iraque era antes de termos entrado”, disse.

Um casal de lésbicas levantou outra questão polêmica nos Estados Unidos ao perguntar se os candidatos permitiriam que elas se casassem.

O pré-candidato Dennis Kucinich, de Ohio, respondeu que sim. O senador Chris Dodd, de Connecticut, disse que não.

Depois de ser pressionado sobre o assunto, o senador John Edwards, da Carolina do Norte, afirmou que não apóia o casamento gay.

“Mas acho errado que eu, como presidente dos Estados Unidos,… use minhas convicções pessoais para negar a qualquer um seus direitos”, disse.

Os vídeos com as perguntas dos internautas variavam bastante em termos de qualidade.

Em um deles, ao fazer uma pergunta sobre serviços de saúde para pessoas sem plano de saúde, uma doente de câncer de 36 anos chamada Kim tirou a peruca para mostrar a perda de cabelo resultante da quimioterapia.

Dez pessoas escolhidas entre os internautas que enviaram perguntas foram convidadas para acompanhar o debate ao vivo, na Carolina do Sul, e tiveram acesso aos candidatos logo depois do encerramento.

No dia 17 de setembro, na Flórida, será a vez dos pré-candidatos republicanos responderem às perguntas dos internautas via YouTube, em um debate nos mesmos moldes do realizado nesta segunda-feira.

Notícias relacionadas