Declaração de Fabio George gera novas discussões na Câmara de João Pessoa - WSCOM

menu

Política

10/08/2005


Declaração de Fabio George gera

A declaração do procurador da Republica na Paraíba, Fabio George, desencadeou novas discussões no plenário da Câmara dos Vereadores de João Pessoa nesta quarta, desta vez bem mais moderadas. O vereador Padre Adelino criticou as declarações do procurador e a vereadora Nadja Palitot por sua vez defendeu e elogiou o trabalho do Ministério Público.

Padre Adelino durante seu pronunciamento na tribuna da Câmara, criticou a atitude do procurador Fábio George, que afirmou ser atribuição da Câmara a fiscalização de atos do Executivo, ao mesmo tempo em que se referiu à decisão da maioria dos vereadores, ontem, de derrotar requerimento em que se pedia sessão especial para discutir a Operação Confraria.

Adelino entendeu a atitude do procurador como “intromissão indébita” e cobrou informações a respeito do “superfaturamento da duplicação BR-230, quem são os responsáveis, quantos foram presos, quem está preso até hoje”, inclusive sobre o destino dos recursos das vendas da Saelpa, da Telpa e do Paraiban.

A defesa do procurador foi feita pela vereadora Nadja Palitot, que disse ser admiradora do trabalho do Ministério Público, ao mesmo tempo em que manifestou o reconhecimento ao trabalho desenvolvido por Fábio George e à inteligência do representante do Ministério Público Federal, na Paraíba.

Notícias relacionadas