Curso de Mecânico de Motor de Embarcação será levado a PE e RN - WSCOM

menu

Economia & Negócios

30/11/2018


Curso de Mecânico de Motor de Embarcação será levado a PE e RN

Curso gera oportunidades de capacitação a pessoas de baixa renda

Foto: autor desconhecido.

Desde que terminou o ensino médio, Evandson Lima, 23 anos, residente no município de Baía da Traição, trabalhou com os pais, que são pescadores, foi servente de pedreiro durante quatro anos e trabalhou em um depósito de bebidas. Foi, então, que um amigo falou a ele sobre a abertura de vagas para o Curso de Mecânico de Motor de Embarcação (popa e centro), do Senai, no qual o Ministério Público do Trabalho na Paraíba é parceiro.

Evandson Lima é um dos 32 alunos matriculados na turma pioneira e gratuita do curso, implantado este ano, com destinação feita pelo MPT-PB. A previsão é levar este curso gratuito, destinado a alunos de baixa renda, para os Estados de Pernambuco e do Rio Grande do Norte, no próximo ano.

“Eu estava tentando aprender a pescar, porque não tinha outra forma de trabalhar lá na minha cidade”, revelou Evandson. Ele, Arthur Morais e um terceiro colega, que passaram no processo seletivo do curso, alugaram uma casa em Cabedelo, na Grande João Pessoa, pois, segundo eles, o curso é “uma grande oportunidade que não dava para perder”.

“Na Baía da Traição, não tem mecânico, então, quando precisa, tem que chamar alguém da cidade vizinha”, explicou. O jovem afirmou que já tem planos para o futuro: ele pretende se aperfeiçoar e conseguir trabalhar na área, colhendo os frutos que planta hoje.

Arthur Morais, 23 anos, também morador de Baía da Traição, pensa em conseguir uma renda estável quando terminar o curso, para depois pensar em abrir uma oficina. Assim como Evandson, Arthur trabalhou ajudando a família, numa lanchonete que a mãe tinha. “Quando soubemos da oportunidade, ficamos interessados. Fizemos a prova, passamos e procuramos uma casa para ficar”, relatou Arthur.

Curso desperta interesse do público feminino

O Curso de Mecânico de Motor de Embarcação também despertou o interesse de Andrésia Matias, 23 anos, que já contava com o conhecimento adquirido em estágios e cursos de mecânica industrial. A jovem afirmou ter se identificado com a mecânica de embarcações e pensa em continuar nessa área.

Como mulher numa área majoritariamente masculina, ela contou que “não tem diferença de tratamento. Desde que entrei aqui, só recebi incentivos para continuar a fazer o que gosto”. Para o futuro, a jovem pretende buscar um estágio e outros cursos de embarcação.

Falta mão de obra qualificada

Preocupados com a pouca quantidade de profissionais, na Paraíba, aptos a fazer manutenção e reparo de motor de embarcação, o procurador do MPT-PB Paulo Germano Costa de Arruda, e o gerente executivo de Educação e Tecnologia do Senai-PB, Janildo Sales, traçaram o planejamento de um projeto com ações voltadas a isso.

“Concluímos esse projeto no valor de quase R$ 300 mil, destinado pelo MPT, que a gente percebe, em todos os momentos, a grande preocupação em atender comunidades, jovens carentes. Hoje, vivemos a realização de um sonho, que foi a implementação deste curso, que, segundo análise de profissionais da área, é um dos melhores do Brasil, sob o ponto de vista da infraestrutura”, revelou Janildo Sales.

“O curso tem atraído alunos de diferentes perfis; jovens, mulheres e até alunos de mais idade, como um senhor de mais de 50 anos. Isso demonstra a questão da inclusão e da responsabilidade social”, acrescentou Sales. Os alunos de baixa renda têm direito a transporte e lanche gratuitamente.

Expansão

Na Paraíba, o Curso de Mecânico de Motor de Embarcação “está de vento em popa”. “Em fevereiro de 2019, deverá ser expandido para Pernambuco e em maio para o Rio Grande do Norte. Serão abertas duas turmas em cada Estado também com 50% das vagas gratuitas”, informou o gerente de Educação do Senai-PB, Janildo Sales.

Professor

José Arlan, professor das duas primeiras turmas do Curso de Mecânico de Motor de Embarcação do Senai, enfatizou que os alunos têm a oportunidade de estudar os melhores e mais populares motores do mercado.

Ele acredita que, apesar de haver alunos de diversas idades, todos têm força de vontade: “Todos eles veem, na mecânica de embarcação, uma oportunidade de mudar de vida. A Paraíba ainda é carente desse tipo de profissional, então, pensando nisso, o Senai e o MPT vão formar, só nessas primeiras turmas, 32 profissionais praticamente prontos para ingressar no mercado da área”, enfatizou.

 

Parceria

Objetivando viabilizar o acesso aos cursos, no último dia 13 de novembro, o Ministério Público do Trabalho na Paraíba firmou um compromisso com o Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo Urbano de Passageiros no Município de João Pessoa e com o Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros de Campina Grande, para que os alunos das turmas gratuitas de Reparador e Mantenedor de Dispositivos Móveis e de Mecânico de Motor de Embarcação tenham direito ao transporte público gratuito.

 


Por Redação com Assessoria