Cruzeiro vence São Caetano e 'aluga' vaga no G-4 - WSCOM

menu

Mais Esporte

20/08/2005


Cruzeiro vence São Caetano e

O Cruzeiro “alugou” uma vaga no grupo dos quatro primeiros colocados do Brasileiro ao vencer o São Caetano por 1 a 0, na noite deste sábado, no ABC Paulista, pela última rodada do primeiro turno. Com o resultado, o time mineiro fica temporariamente na zona de classificação para a Libertadores.

A vitória deixou o Cruzeiro com 36 pontos, na quarta posição – pelo menos por um dia. Para permanecer no G-4, a equipe torce para que outros concorrentes por uma vaga, como o Fluminense e a Ponte Preta, não passem de um empate contra o Palmeiras e o Brasiliense (respectivamente), neste domingo, quando será completada a 21ª rodada e o primeiro turno.

A vitória sobre o São Caetano também foi importante para atrapalhar diretamente outro concorrente do Cruzeiro na briga por uma vaga no G-4. Com a derrota, a equipe do ABC Paulista, que estava apenas um ponto atrás do time mineiro, ficou com mesmos 32 pontos, agora a quatro. Dependendo dos resultados de domingo, o São Caetano ainda pode deixar a zona de classificação para a Copa Sul-Americana.

De quebra, o Cruzeiro também se “vingou” do atacante Edílson, que “esnobou” o time em junho. Outro do São Caetano que acabou pagando o pato pela “fúria” mineira foi o técnico Levir Culpi, que foi demitido do Cruzeiro no mês passado, após dirigir o time por 257 jogos em três passagens pela Toca da Raposa: em 1996, 1998 e 2005.

O resultado positivo ainda representou a reabilitação do Cruzeiro no Brasileiro. Na última rodada, a equipe perdeu para o Paraná por 1 a 0 em pleno Mineirão. Já o São Caetano amargou seu segundo jogo sem vitória. No sábado passado, o time empatou com o Coritiba por 2 a 2.

O São Caetano vai tentar a reabilitação na próxima quarta-feira, às 19h30, quando enfrenta o Palmeiras, em São Paulo. Já o Cruzeiro recebe o Flamengo, no Mineirão, no mesmo dia, às 21h45.

O jogo

O Cruzeiro deu o primeiro susto logo aos 2min. Wagner cruzou rasteiro da esquerda e Adriano, no segundo pau, se esticou para empurrar a bola para dentro do gol de carrinho. Por pouco o atacante não alcançou a bola.

Os times marcavam muito bem e por isso poucas chances de gol eram criadas. O São Caetano acabou tendo sua vida dificultada aos 27min, quando ficou com um jogador a menos. Júlio César deu um tapa no rosto de Adriano após uma dividida com o adversário a dois metros do auxiliar José Cláudio Paranhos, que não hesitou em delatar o fato ao árbitro Djalma José Beltrami.

Com um homem a mais, o Cruzeiro abriu o placar em pouco tempo. Aos 39min, Fred recebeu lançamento na entrada da área, dominou livre, e tocou com categoria na saída do goleiro Sílvio Luís.

O Cruzeiro voltou para o segundo tempo tentando manter a pressão e deu o primeiro chute logo aos 6min. Moisés cobrou falta com violência e Sílvio Luís defendeu. Logo depois, Fred avançou pela direita, invadiu a área e rolou para trás para Kelly, que estava livre. Ele pegou de primeira, mas a bola passou rente ao travessão.

Dois minutos depois, o Cruzeiro quase ampliou num lance muito parecido com o do primeiro gol. Fred recebeu lançamento de Wagner pelo alto na grande área e ficou cara a cara com Sílvio Luís, mas chutou à direita do goleiro.

O Cruzeiro dominava inteiramente a partida e chegou a desperdiçar pelo menos três boas chances de ampliar o placar. Até que aos 35min, o São Caetano quase empatou. Márcio Richards chutou rasteiro da entrada da área e o goleiro Fábio espalmou a bola que ia entrando no seu canto direito.

Depois, o São Caetano pressionou o Cruzeiro em busca do empate, mas o adversário se segurou firme e deu números finais à partida.

SÃO CAETANO

Sílvio Luís, Alessandro (Renaldo), Thuram, Douglas e Triguinho; Júlio César, Pingo, Claudecir (Márcio Richards) e Lúcio Flávio; Edilson e Dimba (Jean)

Técnico: Levir Culpi

CRUZEIRO

Fábio, Moisés, Irineu e Leandro; Maurinho (Jonanthan), Maldonado, Marabá (Martinez), Kelly (Diogo) e Wagner; Adriano e Fred

Técnico: Paulo César Gusmão

Local: estádio Anacleto Campanella, em São Caetano do Sul (SP)

Árbitro: Djalma José Beltrami (RJ)

Assistentes: José Cláudio Paranhos e Eurivaldo de Farias Lima (ambos do RJ)

Cartões amarelos: Maurinho (C), Thuram (S), Wagner (C), Douglas (S), Lúcio Flávio (S) e Diogo (C)

Cartão vermelho: Júlio César (S)

Gol: Fred, aos 39min do primeiro tempo

Notícias relacionadas