‘Cruz da corrupção e a espada da violência’, diz Marina sobre o Haddad e Bolsonaro - WSCOM

menu

Política

24/09/2018


‘Cruz da corrupção e a espada da violência’, diz Marina sobre o Haddad e Bolsonaro

Foto: autor desconhecido.

A candidata a presidente pela Rede, Marina Silva, recusou a proposta do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) de que os presidenciáveis de centro se unissem em torno de um único nome para evitar a vitória dos dois extremos da política: Jair Bolsonaro (PSL) e o PT de Fernando Haddad.

Segundo ela, é a sociedade brasileira que tem de fazer essa escolha. Ainda assim, Marina vê com preocupação essa polarização: “Não podemos ficar entre a cruz e a espada. Nem a espada da violência [Bolsonaro], nem a cruz da corrupção [o PT]”, disse Marina.

A candidata ainda alertou sobre à polarização radical dos dias atuais, colocando-se como alternativa para unificar o país. “Nós podemos ter um governo que faça sem roubar e que seja capaz unir o país em vez de esgarçar ainda mais as relações [sociais].”

Com Gazeta do Povo.

Notícias relacionadas