Crise no Senado: Presidente não pode enquadrar senadores, diz Lula - WSCOM

menu

Política

11/07/2009


Crise no Senado: Presidente não

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afimou nesta sexta-feira (10), em entrevista coletiva em L’Aquila, na Itália, após participar da reunião do “Grupo dos Oito” (G8), que não indicou nenhuma empreteira para construir o estádio do Corinthians a tempo da Copa do Mundo de 2014. Segundo o Planalto, Lula já embarcou de volta ao país e deve chegar na noite de hoje.

Em entrevista à SporTV, na segunda-feira (6), o atacante Ronaldo havia dito que o presidente estaria ajudando o clube a encontrar uma empresa disposta a construir um centro de treinamento para o time. “Eu não indiquei (empreteira) nenhuma porque tem muitas no Brasil. E, se eu indico, (…) vou ficar inimigo de alguma”, frisou.

Lula admitiu, porém, que houve uma reunião com a Presidência do Corinthians. Ele afirmou, porém, que o sonho de décadas do Corinthians de construir um estádio depende da formação de parcerias e da apresentação de garantias para o financiamento da obra.

“Um tempo desse o Corinthians me apresentou um projeto de um estádio para a Copa do Mundo. Eu disse ao Corinthians que era preciso que eles encontrassem uma empresa para fazer o estádio e que conseguissem financiamento e que tivessem garantia, (…) porque senão não tinha banco para fazer empréstimo para ninguém.”

Sobre as declarações de Ronaldo, Lula afirmou, referindo-se à partida entre Corinthians e Fluminense da última quarta-feira (8): “O que eu gosto do Ronaldo é que ele fez três gols contra o Fluminense”.

Crise no Senado

Em relação à crise do Senado, que ameaça o presidente da Casa, o José Sarney (PMDB-AP), Lula disse que não acompanhou os acontecimentos dos últimos dias no Brasil. Entretanto, afirmou que o presidente “não pode enquadrar os senadores”. “Os senadores têm mandato de oito anos, eu tenho só de quatro”.

“Eu acho engraçada a ideia de que o presidente da República enquadre o Senado”, disse.

Notícias relacionadas