Crise gera operação nas contas de Lula; ex-tesoureiro é afastado do PT - WSCOM

menu

Política

07/08/2005


Crise gera operação nas contas

As contas e a agenda do presidente Luiz Inácio Lula da Silva passaram por uma “operação pente-fino”, que não encontrou ligações entre o presidente e o escândalo do “mensalão”, esquema de pagamento de mesadas a parlamentares da base em troca de apoio político.

Agentes do Gabinete de Segurança Institucional, da Abin (Agência Brasileira de Inteligência) e da Polícia Federal vasculharam todas as operações financeiras de Lula para descartar qualquer possível envolvimento com o ex-tesoureiro do PT Delúbio Soares, acusado de envolvimento no “mensalão”. Ele foi afastado neste sábado do partido.

Foram investigados cartões de crédito corporativos da Presidência que poderiam ter sido usados por familiares de Lula. Além disso, foram analisados os gastos pessoais da mulher do presidente e de seus filhos. Isso porque os filhos de Lula estão sendo citados reservadamente por membros da oposição como suspeitos de terem recebido dinheiro do esquema Marcos Valério Fernandes de Souza, publicitário apontado como operador do “mensalão”.

A operação foi montada com o consentimento do presidente.

Afastamento

Em reunião neste sábado, o diretório nacional do PT aprovou o afastamento do ex-tesoureiro Delúbio Soares. O desligamento deverá durar até a conclusão das investigações pela Comissão de Ética.

Delúbio antecipou-se à reunião do diretório, realizada para avaliar os próximos passos do partido para sanar sua pior crise em 25 anos, e enviou no final da tarde de ontem, por carta, seu pedido de afastamento.

A proposta de suspensão teve 46 votos, vencendo a tese da expulsão sumária (sem direito à defesa na Comissão de Ética), que teve sete votos. Houve três abstenções, de acordo com a assessoria de imprensa do partido.

O ex-tesoureiro deveria prestar esclarecimentos neste domingo para a Comissão de Ética. No entanto, a saída de Danilo de Camargo da coordenação da comissão provocou o adiamento da oitiva.

O novo coordenador deverá ser conhecido nesta terça-feira, quando a comissão se reunirá em Brasília. Na ocasião, será elaborado um plano de trabalho e, com base no plano, marcada nova data para ouvir Delúbio.

Reunião ministerial

Para entrosar os novos integrantes do primeiro escalão e fazer um amplo debate sobre a atual crise política, o presidente Lula programou para o final desta semana a 11ª reunião ministerial de seu governo, a terceira deste ano.

O encontro com os ministros está previsto para a tarde de sexta-feira e a manhã de sábado, na Granja do Torto, atual residência oficial da Presidência por conta da reforma do Palácio da Alvorada. Como de tradição, o encontro de sábado será seguido de um almoço de Lula com os ministros.

Por conta da reunião, Lula decidiu cancelar uma viagem que faria ao Rio Grande do Norte. Estaria sexta em Natal (capital do Estado) e sábado em Angicos, no interior do Estado.

Notícias relacionadas