CPI faz acareação entre assessor de Lula e irmãos de Celso Daniel - WSCOM

menu

Brasil & Mundo

13/10/2005


CPI faz acareação entre assessor

A CPI dos Bingos realiza no próximo dia 26 uma acareação entre o chefe de gabinete do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Gilberto Carvalho, e os dois irmãos de Celso Daniel –prefeito petista de Santo André (SP) assassinado em 2002–, Bruno e João Francisco Daniel.

João Francisco e Bruno, que já prestaram depoimento à comissão, acusam Carvalho de participar de um esquema de arrecadação de propinas destinadas ao PT na prefeitura do município paulista, o que teria sido o principal motivo do assassinato de Celso Daniel.

Um dos próximos convidados a depor na CPI dos Bingos seria o médico-legista Carlos Delmonte Printes, 55, conforme requerimento de autoria do senador Romeu Tuma (PFL-SP) aprovado pela comissão no último dia 4, mas ele foi encontrado morto ontem em seu escritório na zona sul de São Paulo.

O perito participou das investigações do caso Celso Daniel e constatou na época que o político havia sido torturado.

Depoimentos

Para a próxima terça-feira, estão previstos os depoimentos do presidente da CEF (Caixa Econômica Federal), Jorge Mattoso, e de três ex-dirigentes da instituição –Danilo de Castro, Emílio Carazzai e Sérgio Cutolo.

Eles vão falar sobre a renovação, em 2003, do contrato entre a Caixa e a multinacional Gtech do Brasil, no valor de R$ 650 milhões, destinado a operacionalizar o sistema de loterias federais em todo o país.

Para quarta-feira, está previsto o depoimento do empresário Nagib Fayad, ligado a apostas clandestinas por meio da internet. E, na quinta-feira, a comissão deve ouvir o depoimento do ex-secretário nacional do PT, Silvio Pereira.

Notícias relacionadas