CPI dos Correios aguarda defesa de deputados envolvidos no esquema de "mensalão" - WSCOM

menu

Brasil & Mundo

15/08/2005


CPI dos Correios aguarda defesa

Os deputados citados na CPI dos Correios que podem ter seus mandatos cassados terão cinco dias para apresentar suas defesas. Caso contrário, as recomendações de abertura de processo disciplinar serão enviados ao presidente da Câmara, Severino Cavalcanti (PP-PE) até meados da próxima semana.

Os membros da CPI trabalham com três hipóteses: encaminhar as provas menos contundentes à CPI da Compra de Votos; enviar diretamente ao Conselho de Ética da Câmara, com anuência dos presidentes de todos os partidos; ou deixar a decisão para Severino. “A opção do Conselho de Ética é a mais rápida e é essa que precisamos tomar”, afirmou o deputado Carlos Sampaio (PSDB-SP).

O relator da CPI, deputado Osmar Serraglio (PMDB-PR), disse que começou a enviar as notificações na segunda-feira passada, mas admitiu que nem todos receberam. “Esses cinco dias é a partir do conhecimento deles, nós teremos paciência em esperar, mas isso não impedirá de tomarmos a decisão. Sabemos que alguns deputados ainda não receberam qualquer notificação”, afirmou.

Na prática, os resultados dos primeiros parlamentares cassados por recomendação da CPI dos Correios começarão a aparecer somente em dezembro, na melhor das hipóteses. Depois de os processos serem despachados pela presidência da Câmara, o Conselho de Ética tem 90 dias para concluir o processo e dar o parecer, que acatado vai à votação do plenário.

Notícias relacionadas