Couto defende criação de frente para erradicar trabalho infantil - WSCOM

menu

Paraíba

25/10/2005


Couto defende criação de frente

O deputado federal Luiz Couto (PT-PB) defendeu a criação, na Câmara Federal, de uma Frente Parlamentar de Erradicação do Trabalho Infantil. Ele destacou que o recrutamento de paraibanos para trabalho escravo em outros estados inclui o tráfico de crianças e adolescentes.

O parlamentar destacou um assunto que foi tema de matéria no Portal WSCOM sobre a denúncia do Ministério Público do Trabalho a respeito do recrutamento de trabalhadores paraibanos para trabalho escravo em outras regiões. Ele mencionou a denúncia feita pelo procurador do Trabalho na Paraíba, Eduardo Varandas, no combate ao recrutamento de paraibanos para serem usados no trabalho escravo em fazendas na região do centro Oeste.

“O procurador tem investigado o tráfico Interestadual de trabalhadores paraibanos. Segundo ele, ‘ônibus de turismo’ estariam transportando trabalhadores para a região do Centro Oeste para serem usadas no trabalho escravo. A Procuradoria está levantando dados sobre o recrutamento desses paraibanos que trabalham em condições de cativeiro com objetivo de quantificar a mão de obra exportada da Paraíba”, disse Luiz Couto.

Recentemente, o deputado fez um pronunciamento na Câmara Federal onde denunciou o trabalho escravo de crianças paraibanas que estariam sendo levadas para trabalhar no mangue do Rio Grande do Norte. “É preciso que se faça um trabalho em parceria com a Polícia Federal e, também, com a própria população que pode denunciar esse tipo de ação. Estamos encaminhando o assunto para a nossa assessoria de Direitos Humanos para que possamos fazer um trabalho conjunto”, completou.

Notícias relacionadas