Coutinho diz que oposição é formada por gang e vai propor que PSB exija de Lula - WSCOM

menu

Política

20/08/2005


Coutinho diz que oposição é

Brasília – O prefeito de João Pessoa, Ricardo Coutinho, disse em entrevista exclusiva ao WSCOM Online, na abertura da convenção nacional do PSB, que rechaça o Impeachment do presidente Lula, mas vai apresentar no domingo resolução para que o partido exija a adoção de operação “Mãos Limpas”. Sobre a ação de setores opositores ao PSB paraibano, ele disse que “se trata de gente a serviço de gang”.

– Foram rechaçados por inteiro na convenção pelo Diretório Nacional, pois caiu a máscara de tudo o que está por trás deles ( disse se referindo ao vice-prefeito de Ouro Velho, Paulo Roberto) – declarou o também presidente estadual do PSB.

Segundo Ricardo, com ou sem liminar concedida pelo desembargador Antonio de Pádua Montenegro, o Diretório Nacional ratificou a decisão de manter o comando partidário na Paraíba com seu grupo. “Essa decisão estava posta, antes mesmo da liminar”.

O dirigente considerou “estranha”a decisão judicial do mesmo juiz tratando do mesmo assunto ligado ao PSB. “Parece especialização em PSB, tanto que se apresenta estranho a concessão freqüente de liminar”.

Conjuntura nacional – Ricardo Coutinho disse que a Paraiba vai apresentar no domingo uma resolução para que o PSB exija do presidente Lula a adoção de uma Frente Ampla reunindo judiciário, ministério público, todas as instâncias partidárias para algo do tipo “Mãos Limpas”,

– O PSB não pode ignorar essa grave crise –declarou adiantando que é contra o Impeachment do presidente Lula. “O Congresso não tem ética para pedir isso”.

Ele disse que “não reconhece a indignação de figuras carimbadas na política brasileira, responsáveis por vários danos ao país”.

Notícias relacionadas