Coritiba bate Fortaleza e 'entra' na Sul-Americana - WSCOM

menu

Mais Esporte

26/08/2005


Coritiba bate Fortaleza e 'entra'

O Coritiba deu o primeiro passo para “alcançar” a América. Com a meta de garantir uma vaga na próxima Copa Libertadores, a equipe paranaense começou o segundo turno do Campeonato Brasileiro com uma vitória por 2 a 0 sobre o Fortaleza, nesta quinta-feira, e já chegou à faixa de classificação à Copa Sul-Americana.

Tentando repetir o feito de 2003, quando assegurou lugar na principal competição internacional, o Coritiba contou com o apoio de sua torcida no Couto Pereira para superar o Fortaleza, concorrente direto na tabela.

Com o triunfo, o time paranaense chegou aos 32 pontos e subiu para a 11ª colocação, passando o próprio adversário desta noite, que permaneceu com 30 pontos e caiu uma posição, ocupando agora o 14º lugar.

Para conseguir a vitória nesta quinta-feira, o Coritiba contou com o entrosamento de um trio que já defendeu as cores do rival Paraná num passado recente. Caio, Renaldo e Marquinhos construíram toda a jogada do primeiro gol da partida, finalizada com precisão por Marquinhos.

Renaldo, inclusive, teve seqüência de gols quebrada em sua terceira partida com a camisa do clube paranaense. Nos dois jogos anteriores, o atacante havia estufado as redes adversárias, marcando contra São Caetano e Internacional.

Na próxima rodada, as duas equipes voltam a campo no domingo. O Coritiba vai até o litoral paulista, onde enfrenta o Santos sem o atacante Robinho, negociado. Já o Fortaleza recebe o Vasco no estádio Castelão, na capital cearense. Os dois jogos acontecem às 18h10.

O jogo

Na tentativa de fazer valer o fator campo, o Coritiba começou o jogo pressionando o Fortaleza e logo conseguiu o domínio da partida. Com uma boa movimentação, a equipe anfitriã não teve muitas dificuldades para trocar passes no meio-campo e passou a sofrer com as faltas.

A primeira chance do jogo aconteceu aos 2min. Capixaba, de volta ao time após cumprir suspensão, recebeu lançamento longo pelo meio, invadiu a área, mas finalizou sem força, facilitando a defesa do goleiro Bosco.

Apesar de possuir maior posse de bola, o Coritiba quase não conseguiu traduzir tal superioridade em chances de gol. O centroavante Renaldo foi constantemente procurado pelos armadores, mas a falta de precisão nos toques dificultou a vida do camisa 9, apagado no primeiro tempo.

O Fortaleza, por sua vez, praticamente não criou nenhuma oportunidade efetiva para abrir o placar, ameaçando só em cruzamentos. O goleiro Douglas, promovido à condição de titular na equipe anfitriã em detrimento de Fernando Vizzotto, pouco trabalhou na primeira metade da partida.

Nos últimos minutos antes do intervalo, o Coritiba ainda tentou inaugurar o marcador com Jackson, em chute cruzado da direita, e Renaldo, em cabeceio sem força. No entanto, a defesa cearense soube se segurar.

No início da etapa final, a equipe paranaense teve a eficiência que faltou nos primeiros 45 minutos. Logo aos 3min, Caio cruzou da direita, Renaldo disputou na grande área e a bola sobrou para Marquinhos, que bateu com precisão no canto esquerdo de Bosco para abrir o placar.

Empolgado pelo gol, o Coritiba quase ampliou a diferença aos 13min. Jackson disparou com força da direita e exibiu bela defesa de Bosco, que se esticou todo para desviar. Pouco depois, aconteceu a jogada mais polêmica da partida.

Jackson tentou cruzamento e Ronaldo Angelim, desequilibrado, cortou o passe com a mão, mas o árbitro Wilson de Souza Mendonça nada marcou. Inconformada, a torcida paranaense protestou gritando “vergonha”.

O Fortaleza, por sua vez, partiu com tudo para o ataque. Hélio dos Anjos mexeu na equipe e a tornou mais ofensiva. No entanto, a investida cearense não foi suficiente para evitar a derrota, já que as alterações de Cuca surtiram maior efeito.

O atacante Alcimar, que entrou na etapa final no lugar de Caio, recebeu belo passe de Ricardinho aos 39min e chutou com categoria para superar Bosco e decretar a vitória dos anfitriões por 2 a 0.

CORITIBA

Douglas; Vagner, Flávio e Allan; Jackson, Reginaldo Nascimento, Capixaba (James), Marquinhos (Rodrigo Mancha) e Ricardinho; Caio (Alcimar) e Renaldo

Técnico: Cuca

FORTALEZA

Bosco; Amaral, Alan, Ronaldo Angelim e Marquinhos; Marcelo Lopes (Paulo Isidoro), Erandir, Lúcio (Igor) e Mazinho Lima; Rinaldo e Fumagalli (Alex Afonso)

Técnico: Hélio dos Anjos

Local: estádio Couto Pereira, em Curitiba (PR)

Árbitro: Wilson de Souza Mendonça (Fifa-PE)

Auxiliares: Erick Bande Ira (Fifa-PE) e Alcides Augusto Júnior (PE)

Cartões amarelos: Amaral (F), Caio (C), Reginaldo Nascimento (C), Vagner (C), Capixaba (C), Ronaldo Angelim (F)

Gols: Marquinhos, aos 3min, e Alcimar, aos 39min do segundo tempo

Notícias relacionadas