Corinthians empata com Figueira e iguala série negativa de 2006 - WSCOM

menu

Mais Esporte

26/07/2007


Corinthians empata com Figueira e



Corinthians permite empate e iguala marca de oito partidas sem vencer

A aparente mudança de rumo no Corinthians, com o fim da conturbada parceria com a MSI e do iminente afastamento do presidente Alberto Dualib, acusado de lavagem de dinheiro e formação de quadrilha pelo Ministério Público Federal, ainda não refletiu dentro de campo. Nesta quarta-feira, o time de Paulo César Carpegiani ficou só no empate com o Figueirense por 2 a 2, em Florianópolis, acumulando o oitavo jogo sem vitória.

O resultado fez os corintianos igualaram série negativa do ano passado, quando, no mesmo período do campeonato, ficaram o mesmo tempo sem vencer. A seqüência naquela oportunidade inclusive derrubou o técnico Geninho, substituído por Emerson Leão.

A diferença é que na atual edição, com o empate desta quarta em Santa Catarina, o Corinthians soma 15 pontos e momentaneamente está fora da zona de rebaixamento à Série B, já que o Juventude enfrenta o Botafogo nesta quinta e pode recolocar o time paulista novamente entre os quatro últimos da competição.

O Figueirense também segue em declínio na competição. A equipe do técnico Mário Sérgio não vence há três rodadas – vinha de derrotas para Sport e Santos -, agora soma 18 pontos e está no 13º lugar.

A escalação do Corinthians já apontava uma equipe que iria apostar na forte marcação com Bruno Octávio e Moradei e nos contra-ataques. E foi isto que aconteceu.

Após levar um susto aos 7min, quando Ruy fez fila na defesa corintiana, tocou na saída de Felipe, mas viu Zelão salvar o gol, o Corinthians abriu o placar. Edson desceu pelo lado direito e cruzou rasteiro. Wilson, uma das novidades de Carpegiani, acertou chute forte no ângulo. A bola ainda bateu no travessão antes de entrar.

O gol deu tranqüilidade ao time, que se posicionava muito bem na marcação e ainda chegava com força ao ataque. Aos 25min, após confusão na área, Fábio Ferreira apareceu livre na pequena área, mas chutou em cima do goleiro Wilson.

O Figueirense tentava chegar ao gol do Corinthians, mas não conseguia finalizar com correção, sem dar qualquer trabalho para Felipe durante o primeiro tempo.

Na saída para o intervalo, o técnico Mário Sérgio parece ter visto outro jogo. “Precisamos apenas de um pouco mais de sorte. O nosso time jogou muito mais que o Corinthians”, disse.

Já Wilson, que com o gol se tornou o artilheiro da equipe na temporada ao lado de Marcelo Mattos, que deixou o clube, comemorava o resultado positivo, mas alertava os companheiros. “Agora precisamos manter o ritmo no segundo tempo para conseguir sair daqui com uma vitória”, afirmou.

Mas o time não ouviu Wilson. O Figueirense voltou melhor, pressionando e conseguiu empatar o jogo aos 8min. Jean Carlos recebeu passe na área, dominou no peito e, de pé esquerdo, fuzilou o goleiro Felipe.

Diferentemente dos últimos jogos, o Corinthians não se abateu e conseguiu marcar o segundo gol. Em rápido contra-ataque, aos 19min, Clodoaldo desceu pelo lado esquerdo e, ao perceber o goleiro saindo para cortar o cruzamento, chutou direto para o gol.

A resposta do Figueirense foi imediata. Aos 23min, após confusão dentro da área do Corinthians, Felipe Santana apareceu livre na frente do goleiro e chutou forte para empatar novamente o jogo.

Após um início de segundo tempo frenético, os dois times diminuíram o ritmo, aceitando o empate, que não foi bom para ninguém, mas um pouco pior para o Corinthians.

FIGUEIRENSE

Wilson; Felipe Santana, Chicão e Edson; Ruy, Diogo, Cleiton Xavier; Peter e André Santos; Jean Carlos e Otacílio Neto

Técnico: Mário Sérgio

CORINTHIANS

Felipe; Fábio Ferreira, Zelão e Betão; Edson (Eduardo Ratinho), Bruno Octávio, Moradei, Willian e Wellington; Wilson e Clodoaldo

Técnico: Paulo César Carpegiani

Local: estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis

Árbitro: Sergio da Silva Carvalho (DF)

Auxiliares: Marrubson Melo Freitas e Renato Miguel Vieira (DF)

Cartões amarelos: Felipe Santana, Diogo, Chicão, Ruy e Otacílio Neto (Figueirense); Bruno Octávio, Clodoaldo e Zelão (Corinthians)

Gols: Wilson, aos 11min do primeiro tempo; Jean Carlos, aos 8min, Clodoaldo, aos 19min, Felipe Santana, aos 23min, do segundo tempo

Notícias relacionadas