Confraria engrossa: mais dois contratos começam a ser investigados na PF; delega - WSCOM

menu

Paraíba

26/10/2005


Confraria engrossa: mais dois contratos

EXCLUSIVO: A Polícia Federal está investigando dois novos contratos de repasses de verbas federais para a Prefeitura de João Pessoa, firmados na gestão do ex-prefeito Cícero Lucena. Os documentos foram entregues pela Controladoria Geral da União em Brasília para a delegada Luciana Paiva, que comanda o inquérito da Operação Confraria.

‘Pedimos relatório complementar a CGU porque os valores eram bastante altos’, explicou hoje a delegada. ‘Os números nos chamaram a atenção’.

Com inclusão dos novos contratos sobe para 15 o volume de convênios e repasses – feitos na administração de Lucena – sob alvo de investigação na PF.

O número poderia ser mais alto: o Ministério Público Federal havia pedido a CGU relatórios sobre 18 contratos e convênios firmados entre a União e a Prefeitura da Capital durante a administração de Lucena. Todos sob suspeita de desvios e fraudes.

‘Descartamos alguns’, admitiu Luciana Paiva. ‘Se não fosse assim, passaríamos o restante da vida investigando contratos da Prefeitura’, estima.

A delegada antecipou que as novas investigações envolvem os mesmos personagens ouvidos no inquérito que deu origem a Operação Confraria.

‘São as mesmas pessoas, naquele mesmo período’, confirmou Luciana Paiva, referindo-se ao ex-prefeito, secretários e empresários indiciados por fraudes em licitações promovidas pela Prefeitura em 13 contratos e convênios que receberam contra-partida do Governo Federal para executar obras de infra-estrutura e saneamento em João Pessoa.

A previsão é que o relatório seja fechado em dezembro com envio dos laudos das perícias feitas nas obras. Através deles, a delegada espera comprovar que – além das fraudes nas licitações – as operações envolveram desvios e superfaturamentos.

Notícias relacionadas