‘Comissão aprovará nossa candidatura’, aposta Watteau Rodrigues; Olimpíada atrai - WSCOM

menu

Mais Esporte

15/03/2006


‘Comissão aprovará nossa candidatura’, a

O coordenador de esportes da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), Watteau Rodrigues, aposta que a comissão de vistoria do Ministério dos Esportes, da Confederação Brasileira de Desportos Universitários (CBDU) e do Comitê Olímpico Brasileiro (COB) deverá aprovar a proposta de candidatura da Capital para realização das Olimpíadas Universitária Brasileira. A decisão será divulgada nesta quinta-feira 16.

A comissão veio a João Pessoa para definir uma última pendência que faltava: a garantia de bloqueio de 3.500 leitos nos hotéis para hospedagem de delegações.

A Assembléia Geral Extraordinária da CBDU está sendo realizada hoje e amanhã no Hardman Hotel, em Manaíra.

‘Tudo vai ser analisado entre hoje e amanhã na assembléia da CBDU e na reunião da comissão de candidatura que tem a participação do COB, da Rede Globo, do Ministério do Esporte e da CBDU’, disse Cássia Damiana, diretora de Esportes Universitários do Ministério dos Esportes.Segundo ela, quase todos os estados do País solicitaram que as Olimpíadas Universitárias deste ano fossem realizadas em João Pessoa. ‘Estamos atendendo um abaixo assinado feito pelos presidentes de federações de esportes universitários’, revelou.

‘Para garantir a qualidade, o evento exige um número suficiente de leitos para abrigar os atletas, os técnicos, a arbitragem e o corpo de jornalistas’, acrescentou a representante do Ministério.

A exigência é que sejam reservadas 3.500 vagas em hotéis de 3 a 4 estrelas, mas a demanda pode ser maior – em torno de 4.250 para abrigar delegações, mais jornalistas que serão atraídos para cobertura do evento.

‘Temos que ter a garantia de que serão bloqueadas no município em torno de 3.250 vagas nos hotéis’, frisou.Investimentos – Watteau Rodrigues informou ao Portal WSCOM Online que os investimentos oriundos da Lei Agnelo/Piva são da ordem de R$ 3 milhões. A Prefeitura entrará com contra-partida de R$ 1 milhão.

Os recursos serão investidos em transporte, diárias de hotéis e infra-estrutura. Ao todo serão 10 dias de competição, mas a chegada de algumas delegações podem ser antecipadas, aumentando a permanência dos atletas na Capital.

‘Esse é o investimento direto com relação a hospedagem, alimentação, translado, aos locais de competição, arbitragem, todos os insumos relativos a competição. Mas também representa trazer para o estado 3 mil pessoas de outros estados da Federação e um investimento indireto de cada participando de R$ 300,00 pelo menos. Cada estudante gasta em média R$ 30,00 a R$ 50,00 por dia, com a compra de brindes e suvenires’, calcula Rodrigues.

O coordenador disse ainda que a infra-estrutura esportiva da Capital é bem servida, mas o evento terá o auxílio da rede privada. ‘Vamos recorrer aos colégios, clubes, apoio das entidades e associações privadas’, alegou.

Estrelas nacionais – O presidente do CDBU, Luciano Cabral, disse que o esporte universitário está vivendo uma retomada, numa ascensão na qualidade de seus atletas, lembrando que participam do evento Mosiah Rodrigues e Daine dos Santos, estrelas da Ginástica Olímpica, além do paraibano Kaio Márcio.

Datas – Apesar do site da CDBU informar que os jogos devem ter início em setembro, a diretora do Ministério de Esportes informou que ainda não está definida a data do evento.

O Ministério quer ele seja realizado entre os dias 28 de julho a 4 de agosto, mas o município propôs como data o período de 4 a 14 de agosto.

Notícias relacionadas