Começa neste domingo Vestibular Especial da UFCG; concurso oferece 414 vagas - WSCOM

menu

Educação

04/07/2009


Começa neste domingo Vestibular Especial

A Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) realizará neste domingo 05 e segunda-feira 06 as provas do Vestibular Especial da instituição, para ingresso em 12 cursos de graduação. São oferecidas 414 vagas no total, sendo 84 no campus Cuité, 80 no campus Pombal e 250 no novo campus Sumé.

O total de inscritos chega a 1.653 candidatos.

Em Sumé, são 250 as vagas, sendo 50 para cada um dos cinco cursos oferecidos: as licenciaturas em Educação do Campo e Ciências Sociais, e as engenharias de Biossistemas, de Produção, e de Biotecnologia e Bioprocessos.

Em Pombal, as vagas são nos cursos de Engenharia Ambiental (8) e de Alimentos (35), e em Agronomia (37). Já em Cuité, são oferecidas vagas nas licenciaturas em Física (26), Matemática (25), Química (23) e Biologia (10), esta última apresentando a maior concorrência do concurso, com 11,10 candidatos para cada vaga.

No domingo, serão aplicadas as provas referentes às disciplinas Biologia, Química, Geografia Geral e do Brasil, e História Geral e do Brasil. Na segunda, as provas serão de Língua Portuguesa e Literatura Brasileira, Língua Estrangeira (Inglês ou Espanhol), Matemática e Física. De acordo com a Comissão de Processos Vestibulares (Comprov), o gabarito oficial das será divulgado no prazo máximo de 72 horas após a realização da última prova.

Campus Sumé

Este será o primeiro vestibular do Centro de Desenvolvimento Sustentável do Semi-Árido (CDSA), campus Sumé, cujas obras prosseguem em ritmo acelerado. “Através deste novo campus, a idéia é criar, em até cinco anos, cerca de 3.650 novas vagas no ensino superior, oferecendo educação pública prioritariamente à população residente no semi-árido brasileiro, que apresenta os menores IDH e IDEB do país”, observa o diretor Márcio Caniello.

“Em breve, estaremos desenvolvendo atividades de ensino, pesquisa e extensão em áreas do conhecimento científico fundamentais para o desenvolvimento sustentável da região”, assegurou.
 

Notícias relacionadas