Comandante do Ciop de João Pessoa recebe prêmio em Seul - WSCOM

menu

Brasil & Mundo

20/09/2017


Comandante do Ciop recebe prêmio em Seul

PRÊMIO PAZ MUNDIAL

Foto: autor desconhecido.

O tenente-coronel Arnaldo Sobrinho, da Polícia Militar da Paraíba e coordenador do Centro Integrado de operações Policiais – CIOP foi agraciado com um prêmio durante a 3ª Comemoração Anual da Cúpula da Paz Mundial (3rd WARP Summit), em Seul, Coréia do Sul, onde também ocorreu, no período de 17 a 19 deste mês, a 5ª Reunião do Comitê de Direito Internacional da HWPL. A homenagem ao militar paraibano fez parte da cerimônia de premiação pela paz mundial para aqueles que trabalharam em seus respectivos campos com esse objetivo.

Arnaldo Sobrinho foi uma das personalidades que receberam a premiação numa solenidade para mais de 20 mil pessoas,  em Seul. Como forma de reconhecer o esforço daqueles que trabalharam no sentido de construir da Declaração, várias personalidades mundiais e juristas foram agraciados com o "Prêmio de reconhecimento pelo trabalho em prol da Declaração de Cessação da Guerra e da Paz Mundial".

A Cúpula, realizada anualmente desde 2014, reúne líderes políticos e religiosos, chefes de grupos de mulheres e jovens, sociedade civil e imprensa de todo o mundo, e especialistas de Direito Internacional, fornecendo uma plataforma de discussão e cooperação para a paz. A Cúpula deste ano discutiu o estabelecimento de uma governança colaborativa entre governos e sociedades civis para os seguintes objetivos: transformar a Declaração de Paz e Cessação da Guerra (DPCW) em forma juridicamente vinculativa; desenvolver educação e cultura de paz; e promover a harmonia entre as religiões.

Na reunião realizada em Seu, o tenente-coronel Arnaldo Sobrinho e o procurador do Tribunal de Contas da Paraíba, Maurício Franca, representaram o Brasil no encontro na Coreia do Sul quando foi discutido o tema “Declaração de Conflitos armados no mundo”. Também foram tratadas questões para poder engajar outros países na temática sobre conflitos armados no mundo.

Além do Brasil, representado pelos dois paraibanos, o encontro contou com a participação de mais 19 países, entre eles Estados Unidos, Rússia, Portugal, Inglaterra, Egito, Tunísia e Colombia.
 

Notícias relacionadas