Chuvas afastam seca no Cariri; comunidades rurais de Patos são beneficiadas com - WSCOM

menu

Paraíba

03/03/2006


Chuvas afastam seca no Cariri;

A chegada do inverno afastou a possibilidade de seca e devolveu as esperanças de colheita no campo aos agricultores de alguns municípios do Cariri Paraibano e em Patos. 500 famílias de agricultores do município de Patos serão beneficiadas com o corte de terras realizada pela prefeitura, através da Secretaria de Desenvolvimento Econômico.

No Cariri várias cidades apresentaram bons índices de chuva. Na cidade de Livramento, choveu 52mm; em Parari, 95mm; em São sebastião do Umbuzeiro, 53mm; em Taperoá, 22mm; e em Serra Branca, entre a última segunda e quarta-feira, choveu 84mm.

Segundo dados fornecidos pelo escritório local da Emater, o pluviômetro oficial de Patos registrou, no mês de fevereiro e início de março, 242,8 mm, ou seja, quase 40% da média pluviométrica anual do município.

Segundo o secretário adjunto da Secretaria de Desenvolvimento Econômico do município, Sebastião dos Santos Lima, a Gerência de Agricultura já iniciou o corte de terra nas 25 comunidades rurais, nos assentamentos e demais micro-áreas agrícolas do município para agilizar o plantio. O secretário adjunto revelou que está chovendo diariamente no município deixando o solo molhado e apto para o plantio.

Lima disse que o prefeito Nabor Wanderley vem tentando modificar a realidade da área rural com uma política agrícola voltada para impulsionar a produtividade de grãos e melhorar a renda dos trabalhadores rurais.

De acordo com o secretário adjunto, a equipe de técnicos agrícolas e engenheiros agrônomos da Prefeitura Municipal já está em campo fornecendo assistência técnica aos agricultores para assegurar maior produtividade por hectare.

” Nós estamos fazendo tudo para que a cadeia produtiva seja fechada, desde o corte de terras até a comercialização dos grãos excedentes”, frisou.

Sementes– A distribuição de sementes está sob a responsabilidade do escritório da Emater local, que já iniciou a entrega dos grãos geneticamente mais produtivos. De início, cada agricultor familiar está recebendo cinco quilos de sementes, mas a perspectiva é aumentar esse número nas próximas semanas com o aumento dos índices pluviométricos.

Notícias relacionadas